Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Robôs postos à prova

Com mais de 800 participantes, arranca hoje em Guimarães o Festival Nacional de Robótica, apresentando os mais recentes engenhos autómatos, capazes de dançar, fazer operações de salvamento ou jogar futebol em equipa. A competição é praticamente esquecida perante o privilégio de cruzar conhecimentos e o desafio de levar ainda mais longe as soluções tecnológicas construídas em laboratório.
28 de Abril de 2006 às 00:00
Durante quatro dias, os robôs vão dominar as emoções humanas no Pavilhão Multiusos de Guimarães, não só com os campeonatos que porão à prova a destreza de construções electrónicas, mas também com demonstrações de algumas novidades, como um robô-bombeiro capaz de apagar uma chama no interior de um labirinto. Também a Toyota vai aproveitar para exibir um carro híbrido capaz de estacionar sozinho.
“É um festival exclusivamente de robôs autónomos, que têm de superar as provas e os desafios sem qualquer interferência humana, nem telecomandos”, realça Fernando Ribeiro, do Departamento de Electrónica Industrial da Universidade do Minho, responsável pela organização do evento. Entre os participantes contam-se representantes de todo o País – incluindo as ilhas –, equipas de Espanha e uma do Irão.
Mais de 600 participantes são oriundos de escolas do ensino básico, secundário e profissional. Vêm ainda alunos das universidades do Minho, Aveiro, Instituto Superior Técnico de Lisboa e Engenharia do Porto.
ASTRONAUTA E HUMANÓIDE EM DEBATE
Duas conferências científicas marcam hoje o arranque do Festival Nacional de Robótica, que vai decorrer até segunda-feira. As palestras estão a cargo do alemão Frank Joubelin, investigador da Honda, que vai falar do ‘Asimo’, um dos humanóides mais evoluídos do mundo, e do astronauta suíço Claude Nicollier, detentor do recorde de viagens no Espaço (foi um dos responsáveis pela reparação do telescópio espacial Hubble).
O programa inclui várias demonstrações de novidades tecnológicas, mas o ponto alto do festival está reservado para as diversas competições seniores e juniores. As 180 equipas inscritas vão competir nas ligas de futebol de robôs médios (FRM), de robôs pequenos (FRP) e de simulação (Futebol 2D e 3D); nas Ligas de Busca e Salvamentos e de cães da Sony. Das provas para os mais novos constam as ligas do Robo-Cup Júnior (futebol – FRJ 1x1 e 2x2), robôs de dança (DJ), de Busca e Salvamento (BS) e a ‘First LEGO League’.
Ver comentários