Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Rusga na cadeia apanha portátil

Computador, pens, auricular e telemóveis foram recuperados.
Miguel Curado 20 de Agosto de 2017 às 07:39
Estabelecimento Prisional
Prisão
Grades de Prisão
Estabelecimento Prisional
Prisão
Grades de Prisão
Estabelecimento Prisional
Prisão
Grades de Prisão
Os guardas prisionais estão a efetuar um novo tipo de apreensões nas cadeias. Esta semana, em poucos dias, foram intercetados inúmeros artigos informáticos, cuja posse e uso está proibida.

Na quarta-feira, no Estabelecimento Prisional do Pinheiro da Cruz, Grândola, foi feita a primeira apreensão. Os guardas fizeram rusgas em várias celas, e ,além de duas pens (dispositivos de armazenamento de dados informáticos) e de um cartão de memória, confiscaram um computador portátil. A Direção dos Serviços Prisionais lançou, de imediato, um inquérito disciplinar.

No mesmo dia, mas na cadeia de Paços de Ferreira, nova rusga permitiu a recuperação de outros artigos ilegais. Os guardas apreenderam sete pacotes contendo droga (alegadamente haxixe) e ainda um auricular wireless (sem fios), um carregador de telemóvel, dois cabos de ligação a computadores e um telemóvel.

À semelhança da primeira operação, voltou a ser aberto um inquérito disciplinar.

Por fim, na sexta-feira, os guardas da cadeia do Montijo encontraram, no pátio, diversas meias arremessadas do exterior, contendo três telemóveis, uma pen de armazenamento informático e um leitor de música MP3. Todos estes artigos estavam acondicionados em esponjas de lavar a louça.

O diretor-geral dos Serviços Prisionais, Celso Manata, quer implementar câmaras de videovigilância nas portarias das 49 cadeias nacionais, para restringir a entrada de bens ilegais.
Ver comentários