Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Taxista atropela mãe e filho e foge do local

Vítimas estavam a atravessar a estrada quando foram colhidas e projetadas dez metros.
Sérgio A. Vitorino e Pedro Carreira 17 de Outubro de 2017 às 01:30
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Local do atropelamento, na rua Angelina Vidal, em Lisboa. INEM prestou socorro às vítimas
Um taxista atropelou ontem de manhã mãe e filho que atravessavam a rua Angelina Vidal, em Lisboa, e terá fugido do local. Acabou por regressar minutos depois e envolveu-se numa desordem com alguns populares. Chegou a tentar travar-se de razões com elementos da PSP, mas acalmou-se antes que fosse detido, explicou fonte policial.

Segundo apurou o CM, tudo se passou pelas 10h50. A mulher de 47 anos e o filho de 18 foram colhidos pelo táxi e projetados dez metros. Sofreram ferimentos considerados ligeiros pela equipa médica no INEM. Estavam as vítimas já a ser assistidas quando o taxista regressou ao local, já depois de ter deixado os clientes com um colega.

Seguiu-se uma troca de razões entre o motorista e populares que estavam no local, entre eles o marido e o pai das vítimas. O taxista foi submetido ao teste de alcoolemia, que terá dado negativo. O processo vai ser remetido pela Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa para o Ministério Público.

O socorro às vítimas foi prestado por uma moto do INEM, uma ambulância e pelos Sapadores. Mãe e filho foram levados para o Hospital de S. José. 

PORMENORES 
Aumento
Acidentes com fuga do condutor aumentaram mais de 40% em 2016, principalmente atropelamentos e despistes.

Lisboa
Uma mulher de 25 anos morreu a 13 de junho num atropelamento com fuga, em Lisboa. A condutora foi seguida e detida.

Castelo Branco
Uma mulher morreu e outra sofreu ferimentos num atropelamento com fuga em Castelo Branco, em setembro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)