Tensão em tribunal entre agentes da PSP e testemunhas dos arguidos do Bairro da Jamaica

Uma pessoa acabou por ser levada para a esquadra do Campus da Justiça para ser identificada.
Por João Carlos Rodrigues|07.02.19

O julgamento de quatro arguidos envolvidos na manifestação na Avenida da Liberdade, em Lisboa, em protesto contra a intervenção policial no Bairro da Jamaica, no Seixal, ficou marcada por momentos de tensão no tribunal.

Durante um intervalo, testemunhas arroladas pelos arguidos e agentes da PSP acabaram numa troca de palavras que obrigou a intervenção de outros elementos policiais e funcionários judiciais. Uma pessoa acabou por ser levada para a esquadra do Campus da Justiça para ser identificada.

Os intervenientes acusam a PSP de intimidação, mas elementos policiais negam e dizem que se tratou de um procedimento normal. A sessão de julgamento em processo sumário, em que quatro homens estão acusados de ofensas à integridade física qualificada, participação em motim, injúrias e dano foi interrompida.

O Tribunal de pequena instância criminal não tem salas para testemunhas e na altura em que se deu a confusão estavam dezenas de pessoas no átrio interno, à porta das salas de audiências.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!