Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Valor do meixão atrai pescadores furtivos

Um quilo de enguia bebé, cuja captura é ilegal, pode valer 600 euros no mercado negro.
Isabel Jordão 18 de Fevereiro de 2018 às 08:04
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Três pescadores foram detidos pela Polícia Marítima na foz do rio Tornada, por crime de danos contra a natureza
Um quilo de meixão, enguia bebé considerada o caviar português, é vendido no mercado negro por 600 euros, o que faz com que a atividade, apesar de ilegal, atraia cada vez mais pescadores furtivos.

O meixão é capturado em redes que atravessam os rios, como a que foi apreendida na madrugada de sexta-feira, junto à foz do rio Lis, na Praia da Vieira (Marinha Grande), numa operação da Polícia Marítima da Nazaré que o CM acompanhou. Continha 25 quilos de meixão, que iriam render 15 mil euros, mas voltaram para o rio.

"Estas redes são colocadas de margem a margem, têm uma malha muito apertada que não permite fazer qualquer seleção e acabam por delapidar todo o habitat marinho", disse ao CM o comandante da Polícia Marítima da Nazaré, Gomes Agostinho, salientando que são colocadas de noite, na foz dos rios, quando há uma mudança de lua e a maré começa a subir.

Enquanto o meixão vai entrando na rede, os pescadores afastam-se para escapar às autoridades. Já os que pescam com capinetes – armação de metal envolvida com uma rede – contam com vigilantes munidos de binóculos de visão noturna para detetar qualquer movimento, lançando assobios de aviso.

Na operação da madrugada de sexta-feira, os agentes da Polícia Marítima dividiram-se em quatro equipas. Antes de seguirem para o rio Lis, cercaram os pescadores que se aventuraram pela foz do rio Tornada, em São Martinho do Porto (Caldas da Rainha). A aproximação foi feita de forma silenciosa, por vezes a rastejar nas dunas, não dando hipóteses de fuga, o que permitiu deter três em flagrante, apreendendo-se dez capinetes e 600 gramas de meixão.

Trata-se de um homem de 44 anos, detido pela terceira vez em duas semanas, e de dois irmãos, de 18 e 25 anos. Estão indiciados por danos contra a natureza e serão julgados a 2 de março, nas Caldas da Rainha.

Polícia Marítima não dá descanso aos pescadores furtivos
A Polícia Marítima da Nazaré já fez este ano 11 operações, a mais significativa na madrugada de sexta-feira. Foram apreendidos quase 30 quilos de meixão vivo – avaliado em 18 mil euros -e dezenas de redes de capinetes.

Foram detidos em flagrante delito seis pescadores furtivos, todos na foz do rio Tornada. Na foz do rio Lis foi apreendida a maior quantidade, mas os pescadores têm escapado.

No ano passado, foram apreendidos 35 quilos de meixão, em 23 operações e identificados seis pescadores. 

PORMENORES 
Autorizado no Minho
Em Portugal, só se pode pescar meixão no rio Minho, por ser um rio internacional. Espanhóis são grandes apreciadores.

Pena de prisão
O crime de danos contra a natureza, artigo 278º do Código Penal, é punido com multa ou pena de prisão até cinco anos.

Seis centímetros
O meixão é capturado com dois anos de vida e três a seis centímetros. Precisa de uma dezena de anos para chegar a adulto.

Lis, Alcoa e Tornada
Os rios Lis, Alcoa e Tornada, todos sob jurisdição da Polícia Marítima da Nazaré, são referenciados por terem meixão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)