Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Vândalo ferido ao partir montra

Localização dos bares contestada por comerciantes e moradores.
Helena Silva 5 de Julho de 2015 às 10:10
João Carriço, comerciante, já sofreu vários prejuízos devido aos excessos dos clientes dos bares
João Carriço, comerciante, já sofreu vários prejuízos devido aos excessos dos clientes dos bares FOTO: Rui Miguel Pedrosa
Foi já pela manhã que João Carriço soube que a montra do seu antigo restaurante tinha sido partida, durante a madrugada de ontem, num ato de vandalismo. O vândalo, de 20 anos, ficou ferido e foi identificado pela GNR.

Localizado na praia da Vieira, junto a uma rua de bares, o edifício tem sido, nos últimos tempos, palco de atos de vandalismo. "Já me partiram os vidros da porta e até a tampa do contador da luz", conta, sublinhando que "as autoridades têm que agir e por cobro a isto".

Os prejuízos somam-se. Ontem, mais um. O jovem que partiu o vidro da montra foi transportado ao Hospital de Leiria. "Desta vez, há um suspeito. Das outras, nunca consegui saber", adianta o comerciante. Não é o único a queixar-se. Vários outros, com negócios naquela zona, falam dos prejuízos que têm sofrido com o vandalismo.

E até os moradores da praia da Vieira se queixam. "Saem dos bares, sabe-se lá em que estado, fazem as necessidades à porta das casas e uma barulheira insuportável", relatou ao CM Filomena, que tem casa de férias.

vândalo ferido bares moradores montra partir