Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Vítima de ataque com ácido pede cinco mil euros em tribunal

Eleanor Chessell sofreu queimaduras em 60% do corpo e esteve hospitalizada durante um mês.
Rui Pando Gomes 17 de Junho de 2018 às 09:00
Eleanor Chessel no tribunal de Portimão
Cláudio Gouveia é suspeito de ser o mandante
Edmundo Fonseca foi reconhecido pela vítima do crime
Eleanor Chessel no tribunal de Portimão
Cláudio Gouveia é suspeito de ser o mandante
Edmundo Fonseca foi reconhecido pela vítima do crime
Eleanor Chessel no tribunal de Portimão
Cláudio Gouveia é suspeito de ser o mandante
Edmundo Fonseca foi reconhecido pela vítima do crime
A mulher que foi atacada com ácido, em Alvor, e sofreu queimaduras em 60% do corpo, fez um pedido de indemnização civil ao Tribunal de Portimão, no valor de cinco mil euros, para pagar tratamentos médicos e as roupas que ficaram queimadas.

Este valor será imputado ao ex-namorado, Cláudio Gouveia, suspeito de ser o mandante do crime, e a Edmundo Fonseca, autor do ataque, que vai começar a ser julgado no dia 25 de junho, num processo autónomo ao do ex-companheiro de Eleanor Chessell.

O ataque, segundo a acusação do Ministério Público, ocorreu pelas 22h20 do dia 6 de maio de 2017. O plano foi "previamente delineado". Enquanto Cláudio vigiava e aguardava nas proximidades, Edmundo dirigiu-se junto à ofendida e "despejou para cima da mesma o referido líquido químico escuro corrosivo constituído por ácido sulfúrico ou ácido clorídrico, que transportava no interior de uma garrafa".

A vítima sofreu "queimaduras graves no rosto, tórax, ombro, braços, abdómen, ancas, pernas e pé" e esteve um mês hospitalizada.

Eleanor Chessell voltou para o Reino Unido e recebeu tratamentos e acompanhamento psicológico para stress pós- –traumático.

PORMENORES
Atacante reconhecido
Eleanor reconheceu, na semana passada, no Tribunal de Portimão, Edmundo Fonseca como sendo o autor material do crime. "Sim foi ele", afirmou a inglesa.

Início do julgamento
Edmundo Fonseca começa a ser julgado no dia 25 de junho, pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada, num processo autónomo ao de Cláudio.

Sentença no dia 21
A sentença de Cláudio Gouveia foi adiada para o dia 21, às 13h30, devido a uma mudança na qualificação do crime de violência doméstica.
Ver comentários