Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

122 prostitutas no Intendente

Na zona do Intendente, em Lisboa, estão referenciadas 122 prostitutas e, na Praça da Figueira, há 59, a maioria das quais são imigrantes e toxicodependentes.
9 de Junho de 2012 às 01:00
Maioria das prostitutas são toxicodependentes
Maioria das prostitutas são toxicodependentes FOTO: Lusa

O levantamento foi feito pela Câmara de Lisboa, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Comunitário da Mouraria, o mesmo que projectava a criação de um bordel para ser gerido por uma cooperativa de prostitutas na Mouraria. Contudo, esta ideia, das freiras Oblatas e de um grupo de activistas que ajudam toxicodependentes, já não irá por diante, porque "o momento não é o ideal", disse ao CM João Meneses, coordenador do Gabinete de Apoio ao Bairro de Intervenção Prioritária da Mouraria.

Para já, o que há é um projecto que orienta as mulheres no sentido do empreendedorismo. "Há uma portuguesa, de 37 anos, que aos fins-de-semana não se prostitui e vende roupa para animais em feiras. É casada e tem o 9º ano. Queremos arranjar--lhe uma costureira e parcerias com estilistas", disse João Meneses. Há ainda uma brasileira que é manicura. "Queremos que preste cuidados aos idosos em centros de dia", adiantou.

O programa cria oportunidades de negócio e dá às prostitutas apoio médico e formação sobre cidadania e direitos.

Intendente Prostituição
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)