Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

200 mil com alergia que pode ser fatal

Qualquer alimento pode ser um inimigo, podendo levar a uma alergia alimentar. O simples contacto ou inalação é suficiente. As alergias são mais frequentes na infância, mas podem surgir em qualquer idade. Estima--se que as doenças alérgicas atinjam um quarto da população portuguesa. Cerca de 200 mil pessoas sofrem de anafilaxia, a reação alérgica mais grave que pode levar à morte.
17 de Março de 2013 às 01:00

"Podemos ter manchas avermelhadas, inchaços, lesões de urticária, queixas respiratórias, tosse, dificuldade respiratória, cólica abdominal e até mesmo a paragem cardiorrespiratória", explicou ao CM a médica Susana Piedade.

As causas mais frequentes de anafilaxia estão relacionadas com alimentos, como o leite de vaca, ovo, amendoim, frutos secos (amêndoa, noz), frutos frescos, marisco, peixe e trigo. Também os medicamentos, como é o caso dos anti-inflamatórios, o frio ou as picadas de insetos (abelhas e vespas) são causadores de anafilaxia. A prevenção da doença passa por educar e explicar a importância de evitar, de forma rigorosa, a exposição ao alimento proibido’.

"Os pré-preparados, por exemplo, podem conter o ovo na sua composição. Deve ser dado ao doente um plano de atuação no caso de reação acidental. A adrenalina é para salvar a vida do doente. O ideal é que o doente nunca tenha de recorrer à terapêutica de emergência", refere Susana Piedade. 

anafilaxia alergia doença fatal alimento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)