Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Miriam recebe 300 mil euros em dádivas

Menina sofre de uma deformação congénita.
João Saramago 15 de Dezembro de 2015 às 08:45
Miriam (centro) com as irmãs Matilde e Mafalda e os pais
Miriam (centro) com as irmãs Matilde e Mafalda e os pais FOTO: João Miguel Rodrigues
Miriam Aleixo, menina de cinco anos que sofre de uma deformação congénita – impede o crescimento da perna direita –, regressou esta segunda-feira a Lisboa, depois de realizar a quinta cirurgia nos Estados Unidos. A família, sem condições económicas para suportar a estada e operações no Hospital Pediátrico de Miami, agradece a solidariedade dos portugueses que já atingiu os 300 mil euros.

"É muito difícil conseguir mais de 50 mil euros de donativos a cada seis meses. Tenho de iniciar uma luta com o Estado português para que as deslocações aos Estados Unidos sejam suportadas pelo ministério da Saúde", desabafa a mãe. Conceição Marques tem a intenção de levar o caso da menina, residente no Cacém (Sintra), até à Assembleia da República.

"A penúltima cirurgia só foi possível por o cônsul honorário em Palm Coast Beach, Caesar de Paço, ter dado 18 mil euros. Para esta última cirurgia assumi uma dívida de 12 mil euros no hospital e o resto paguei com o cartão de crédito", referiu. O pai, Moisés Aleixo, explicou que a família regressa a Miami em julho para nova operação.

Miriam Aleixo dádivas solidariedade deformação congénita perna
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)