Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

946 mil com passe único em todo o País

Lisboa, Porto e 18 das 23 comunidades intermunicipais são abrangidas a 1 de abril.
Janete Frazão e João Saramago 19 de Março de 2019 às 02:48
A carregar o vídeo ...
Lisboa, Porto e 18 das 23 comunidades intermunicipais são abrangidas a 1 de abril.

Abril vai trazer a maior alteração tarifária dos últimos anos nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e em 18 das 23 Comunidades Intermunicipais (CIM). Serão 946 mil os passageiros no País abrangidos pelos passes únicos com desconto. Para já e até 1 de maio, só as CIM de Leiria, Terras de Trás os Montes, Alentejo Litoral, Algarve e Tâmega e Sousa ficam de fora.

A partir do dia 1 de abril, acabam os títulos combinados que existem atualmente para a utilização dos transportes coletivos e passarão a estar disponíveis novos passes, com um custo máximo de 40 euros por mês.

A Área Metropolitana de Lisboa (AML) tem a maior fatia de beneficiados, 464 mil utilizadores dos transportes públicos. No Grande Porto são 177 mil. Aliás, a norte, o passe único vai poder ser adquirido a partir de 21 de março nas lojas Andante da Área Metropolitana do Porto, mas há ainda questões por resolver com alguns operadores da região (ver texto ao lado).

Em Lisboa, os novos tarifários de transportes para a AML foram ontem apresentados na Gare do Oriente, numa cerimónia de assinatura dos contratos entre os 18 concelhos abrangidos. Fernando Medina, presidente da AML, disse que o objetivo da medida é "recuperar o atraso das duas últimas décadas" em matéria de mobilidade, e aumentar, em dez anos, a quota do transporte público de 25% para 35%.

Assim, a partir de 1 de abril, o passe Navegante Metropolitano vai permitir utilizar todos os serviços de transporte público regular de passageiros, em todos os 18 municípios da AML. Terá um custo de 40 euros mensais. Há também o Navegante Municipal, válido para qualquer transporte público de um dos 18 municípios. Este passe terá um preço de 30 euros mensais.

Entre os novos tarifários está também o Navegante 12, gratuito para todas as crianças até aos 12 anos. Serão mantidos os descontos para estudantes e carenciados. Já o Navegante +65 destina-se a maiores de 65 anos com um custo de 20 euros/ mês.

Adiadas ficaram as entradas em vigor do Navegante Metropolitano Família e do Navegante Municipal Família "por questões técnicas" (ver em cima). Esse passe permite que cada família pague no máximo dois passes - ou seja, 80 euros. Se for reduzido a um município, esse valor desce para 60 euros.

Os passes únicos podem ser carregados nas caixas ATM. A principal diferença está no facto de deixarem de ter validade de 30 dias e passarem a ser mensais: independentemente da data em que for carregado, o passe só dá para esse mês.

Passe único no Porto está à venda esta quinta-feira
Os novos passes únicos só entram em vigor a partir de 1 de abril, mas no Grande Porto é possível adquiri-lo nas lojas Andante já a partir da próxima quinta-feira. Por isso, a Metro do Porto vai reforçar o número de funcionários nas lojas Andante, mas alerta a população para evitar uma corrida aos pontos de venda.

A Área Metropolitana do Porto aprovou a 22 de fevereiro uma proposta de passe único de 40 euros para viagens intermunicipais e um outro de 30 euros para viagens dentro do concelho ou até três zonas. Contudo, os descontos não avançam logo a 1 de abril para todos os concelhos da AMP, pois há operadores que ainda não adquiriram os validadores necessários na rede Andante. Segundo o autarca de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, estão por resolver detalhes com a Auto Viação Feirense que serve nove concelhos - Feira, Arouca, Castelo de Paiva, Ovar, S. João da Madeira, Porto, Gaia, Espinho e Gondomar - e o Grupo Transdev, para Santo Tirso. O autarca acredita que em maio o sistema estará em pleno.

Costa foge a questões eleitorais mas destaca "programa nacional"

O primeiro-ministro recusou comentar o ‘timming’ escolhido para apresentar este novo sistema tarifário. "Boa tarde. Até logo", limitou-se a dizer aos jornalistas. Na cerimónia oficial , António Costa referiu-se a esta medida como o concretizar de um "sonho antigo" e recusou que a redução dos preços seja exclusiva para as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. "Este é um programa nacional e ao qual, felizmente, aderiram todas as 23 comunidades intermunicipais", destacou. "Já no dia 1 de abril, 85% da população portuguesa poderão beneficiar desta redução", acrescentou o chefe do Governo.

"Questões técnicas" adiam Passe Família

O passe Navegante Família só vai estar disponível em julho, confirmou ontem o presidente da Área Metropolitana de Lisboa, Fernando Medina. "Por questões técnicas necessita de ser operacionalizado para ser simples e ser desburocratizado, e permitirá que, num agregado, se pague no máximo dois títulos de transporte para todas as pessoas desse agregado que o queiram utilizar", disse.

Viagem de 108,90 € ficará por 40 €

Uma passe para viajar a partir do Fogueteiro, na margem sul do Tejo, para Lisboa, em que o utente tenha que utilizar o comboio Fertagus, Metro e Carris custa hoje 108,90 €. Passará a custar 40 euros. Quem vem de Sintra para a capital e utilize a CP, Carris e Metro paga agora 81,85 €. Pagará em abril 40 euros.

PORMENORES
Planos
As 23 CIM entregaram no prazo os Planos de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes.

Grande Porto
A AMP ainda vai negociar com a CP no dia 29. Já o título gratuito para crianças até aos 12 anos vigora só a 1 de setembro.











Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)