Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Centros de saúde para 60 mil utentes em Lisboa

Parque das Nações, Telheiras e Restelo vão ter unidades.
Cristina Serra 14 de Março de 2017 às 08:40
Parque das Nações
Centro de Saúde
Parque das Nações
Centro de Saúde
Parque das Nações
Centro de Saúde
Lisboa vai ganhar 14 novos centros de saúde, alguns construídos de raiz em áreas onde não existem unidades de saúde, como é o caso do Parque das Nações, Telheiras e Restelo. Vão servir cerca de 60 mil utentes. O Alto dos Moinhos é uma das zonas já com centro de saúde que vão ganhar uma unidade construída de raiz. O projeto, uma parceria entre a Câmara de Lisboa, que cede os terrenos, e o Ministério da Saúde, é anunciado hoje.

Tal como o CM noticiou na semana passada, o projeto pretende substituir os centros de saúde antiquados e sem condições, que funcionam em prédios de habitação, em alguns casos sem elevador.

"O projeto é importante, porque vai permitir a criação de novos centros de saúde e substituir unidades antigas", afirmou ao CM o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, sem adiantar o custo das obras nem a lista dos novos centros de saúde.

Já a autarquia considera, em comunicado, que se trata do "maior investimento financeiro" das últimas décadas no reforço dos cuidados primários, que terão novas valências.

Ao Correio da Manhã, Conceição Palha, vogal da Junta de Freguesia do Parque das Nações, manifestou-se "satisfeita" por ser construída uma unidade de saúde no local: "Desde 1998 que foi afeto um terreno para a construção de um centro de saúde, e, finalmente, iremos ter um, que irá servir 20 mil residentes", afirma.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)