Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Confirmado o contágio da bactéria Legionella

Pessoa que cuidou de doente contraiu bactéria e ambos morreram.
Cristina Serra e Paula Gonçalves 5 de Fevereiro de 2016 às 08:32
Surto de legionella
Surto de legionella FOTO: João Santos
Bastaram oito horas de contacto direto a cuidar do familiar, adoecido devido à infeção respiratória grave provocada pela bactéria Legionella, aquando do surto que ocorreu em Vila Franca de Xira, entre novembro e dezembro de 2014, para que o contágio pessoa a pessoa tenha ocorrido.

A suspeita do contágio pessoa a pessoa da bactéria Legionella existia nos meandros científicos desde 1978, quando um médico adoeceu 15 dias após tratar um paciente.

O caso foi publicado na revista Lancet. A confirmação do contágio foi agora feita num estudo de 17 médicos e investigadores da Administração Regional de Saúde do Norte e Instituto Ricardo Jorge. O caso reporta-se a uma pessoa no Norte: não esteve em Vila Franca de Xira aquando do surto mas cuidou de um familiar doente, que esteve na região afetada pela Legionella, antes de ir para o hospital. Os dois viriam a morrer por pneumonia, engrossando a lista dos 14 óbitos do surto. "O material genético da bactéria era o mesmo. Foram circunstâncias raríssimas que nos permitem conhecer melhor a doença. O caso não requer alteração dos procedimentos", afirmou ao CM Ana Maria Correia, uma das autoras do estudo, publicado na quinta-feira no New England Journal of Medicine.


Legionella pneumonia hospitaisVila Franca de Xira
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)