Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Crise não afecta viagem medieval

"Ultrapassou as nossas expectativas." Paulo Sérgio Pais, administrador executivo da empresa municipal Feira Viva, uma das organizadoras da Viagem Medieval, está satisfeito com o certame que termina hoje, e que durante dez dias levou os visitantes a regressarem ao reinado de D. Sancho I, no século XIII.
12 de Agosto de 2012 às 01:00
Viagem Medieval é um sucesso e apesar da crise mais pessoas visitaram o certame
Viagem Medieval é um sucesso e apesar da crise mais pessoas visitaram o certame FOTO: direitos reservados

Segundo os números provisórios da organização, a edição deste ano da Viagem Medieval em Terra de Santa Maria já foi visitada por mais de 230 mil pessoas, mais 2% do que na edição de 2011. Este aumento, em ano de crise, deve-se, segundo Paulo Sérgio Pais "a uma capacidade de atracção muito forte que o certame tem e ainda ao facto de a feira oferecer um conteúdo cultural e histórico que é único na região norte". Os bilhetes tinham o custo de dois euros por dia, ou três para os dez dias.

As contas ainda não estão todas feitas – falta ainda contabilizar os números deste fim-de--semana – mas segundo a organização, a edição deste ano teve um impacto económico na cidade de mais de cinco milhões de euros, o que torna esta viagem medieval "o acontecimento mais importante da cidade, quer a nível económico, quer cultural". Segundo a organização, apenas os seis restaurantes presentes no interior do recinto tiveram uma redução no volume de negócio, na ordem dos 10%.

A cidade vive hoje os últimos momentos do reinado de D. Sancho I e prepara-se para aclamar um novo rei , D. Afonso II.

FESTIVAL MEDIEVAL CRISE SANTA MARIA DA FEIRA
Ver comentários