Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Desintoxicação para tratar excessos de verão

Demasiados fritos, sal, açúcar, refrigerantes e álcool levam o organismo a ressentir-se. Alternativa passa pela fruta e muitos produtos hortícolas.
João Saramago 17 de Agosto de 2020 às 08:05
Especialistas recomendam a prática regular de exercício físico durante todo o ano
Especialistas recomendam a prática regular de exercício físico durante todo o ano FOTO: Direitos Reservados
O verão significa para muitos dias de praia, sol, e alguns excessos no que toca à alimentação e bebidas. É normal haver um abuso de fritos, petiscos, refrigerantes e bebidas alcoólicas, situações que muitas vezes estão ainda associadas a poucas horas de sono depois noites de cigarros atrás de cigarros.

A nutrição recorre a processos que visam “dar uma ajuda ao organismo” tal como explica a nutricionista Ana Bravo, autora do conhecido blog Nutrição com Coração. “Diariamente estamos expostos a muitos fatores que podem ser prejudicais ao organismo. Desde a poluição ambiental ao stress excessivo. E também os produtos alimentares podem constituir um desse fatores, através dos aditivos alimentares”, salientou.

A especialista lança também um alerta sobre o chamado “lixo metabólico”, conceito que consiste na presença excessiva de nutrientes. A ação destes compostos que diariamente ingerimos é negativa , sobretudo a sua acumulação ao longo do tempo. Ana Bravo chama, contudo, a atenção para o facto de não ser possível operar uma desintoxicação de um dia para o outro. “Todos os processo de desintoxicação correm gradualmente no organismo, o que quer dizer que não o limpamos de um dia para o outro se só comermos fruta e legumes e bebermos muita água”, garantiu. A ingestão de seis sumos diários pode ser uma solução benéfica, desde que pensados para ajudar a hidratação e permitam a ingestão de vitaminas, minerais e fibra.

Nutricionista Ana Bravo explica vantagens do detox

Ver comentários