Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Exames de Biologia foram mais simples

Depois da média negativa em 2015, provas foram mais acessíveis.
Bernardo Esteves 23 de Junho de 2016 às 08:10
Estudantes trocam impressões após a prova na Escola José Gomes Ferreira
Estudantes trocam impressões após a prova na Escola José Gomes Ferreira FOTO: Pedro Catarino
Os estudantes ouvidos ontem pelo Correio da Manhã na Escola Secundária José Gomes Ferreira, em Lisboa, consideraram o exame de Biologia e Geologia do 11º ano mais fácil do que o do ano passado, no qual a média foi de 44,7, numa escala de 0 a 100. A prova realizada ontem por 48 408 alunos (3789 faltaram) é decisiva para entrar em cursos, como é o caso de Medicina.

"Fiz a prova o ano passado e esta foi mais acessível, embora tenha saído matéria que é pouco habitual, como as fito-hormonas", disse Beatriz Mata, de 18 anos, que tem média de 18,25 e quer entrar em Medicina. Para Carlota Nascimento, de 16 anos, este ano a prova teve "perguntas mais diretas e foi mais fácil".

Já Catarina Couto lamenta que tenha aparecido numa questão o conceito de "espiráculos". "Não foi abordado nas aulas e não consta na maior parte dos manuais", afirmou.

O CM questionou por email a Associação Portuguesa de Professores de Biologia e Geologia mas não obteve qualquer resposta. O exame de Economia A foi feito ontem por 11 324 alunos. "Era fácil, vou ter positiva", disse Daniel Gomes, de 17 anos. Na parte da tarde, 11 591 alunos realizaram quatro exames de línguas (Inglês, Francês, Espanhol e Alemão).

Hoje, realiza-se a prova de Matemática A, uma das mais temidas, para a qual estão inscritos 48 981 estudantes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)