Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Federação dos Enfermeiros afasta sindicatos de acordo

Organização excluiu sindicatos do processo de negociação que está em curso com o Ministério da Saúde.
Margarida Andrade e Edgar Nascimento 8 de Setembro de 2018 às 09:00
José Azevedo (ao centro) acusa a Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros de ter avançado com uma proposta que não tinha sido sequer negociada
Enfermeiros
Enfermeiro
José Azevedo (ao centro) acusa a Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros de ter avançado com uma proposta que não tinha sido sequer negociada
Enfermeiros
Enfermeiro
José Azevedo (ao centro) acusa a Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros de ter avançado com uma proposta que não tinha sido sequer negociada
Enfermeiros
Enfermeiro
A Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros (ASPE) e o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR) foram esta sexta-feira excluídos pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE) da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que está em curso com o Ministério da Saúde.

O presidente do Sindicato dos Enfermeiros, José Azevedo, acusa a ASPE de ter avançado com uma proposta que "nem sequer foi negociada entre as partes" e o SINDEPOR de ter "legitimado uma proposta vinda do Governo" que "não se referia em nada às necessidades da contratação".

Recusando estar fora da negociação, a presidente da ASPE, Lúcia Leite, justifica a exclusão por não "defenderem a proposta" apresentada pela FENSE e informou ainda que o Ministério da Saúde "tem uma porta aberta para haver uma segunda mesa negocial, só com o SINDEPOR e a ASPE", posição corroborada pelo presidente do SINDEPOR, Carlos Ramalho.

O sindicalista avança ainda com uma segunda versão do desfecho da reunião de 5 de setembro. "Nós é que fizemos contrapostas ao que o Governo apresentou e estamos em condições de continuar as negociações, pois a FENSE sabe que anda há muito tempo a negociar um ACT que, na prática, não avançou".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)