Fenprof garante greve até agosto de 2019 se o Governo mantiver posição

Professores deverão prolongar até agosto de 2019 a greve prevista para entre 15 de outubro e 31 de dezembro.
Por Lusa|12.10.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Os professores vão prolongar até agosto de 2019 a greve prevista para entre 15 de outubro e 31 de dezembro deste ano se o Governo mantiver a posição sobre horários e carreiras dos docentes, garantiu esta sexta-feira o secretário-geral da Fenprof.

"Se o Ministério da Educação não corrigir os horários e não contar o tempo de serviço aos professores esta greve que vai até 31 de dezembro vai prolongar-se até ao final do ano letivo, até 31 de agosto de 2019", afirmou Mário Nogueira numa conferência de imprensa no Porto convocada para anunciar as propostas da Federação Nacional de Professores para o Orçamento do Estado (OE) de 2019.

Explicando que a greve anunciada para se iniciar na segunda-feira "vai incidir sobre as horas que vão além do horário de trabalho", o sindicalista considerou que "não é aceitável que um Governo obrigue a trabalhar mais tempo do que aquele que está na lei e depois não conte o tempo".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!