Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Fuzileiro português conclui curso de seis meses que prepara os Seal americanos

Marinha destaca que "curso é caracterizado pelo desenvolvimento das capacidades de resistência física e psicológica dos alunos".
Sérgio A. Vitorino 4 de Dezembro de 2019 às 14:53
Fuzileiros
Fuzileiros

Um oficial do Destacamento de Ações Especiais (DAE) da Marinha portuguesa, que pela natureza classificada das suas missões não pode ser identificado, concluiu esta quarta-feira o curso de seis meses que prepara os militares para serem operacionais dos Navy Seals, a força de elite da marinha dos EUA que, entre outras missões, conduziu o ataque que matou Osama Bin Laden, o sanguinário chefe da Al-Qaeda.

O fuzileiro português completou o exigente curso de 24 semanas denominado Basic Underwater Demolition/SEAL (BUD/S). As provas tiveram início a 15 de julho em San Diego, Califórnia.

De acordo com a Marinha, consistiu em quatro fases, para além do período de adaptação para militares internacionais. Essas fases foram orientação, condição física, mergulho de combate e operações terrestres.

"O curso é caracterizado pelo desenvolvimento das capacidades de resistência física e psicológica dos alunos, bem como das competências de liderança e de capacidade de trabalhar em equipa", destaca a Marinha.

O curso em que participou o oficial do DAE (o 338.º BUD/S) teve uma taxa de insucesso de 60%. Começou com 150 candidatos,  tendo apenas 60 chegado ao final. Além do português, participaram mais três estrangeiros, tendo apenas concluído com aproveitamento dois.

Ver comentários