Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Médicos e enfermeiros à espera do Ministério

Sindicatos não reconhecem avanços garantidos pelo ministro da Saúde nas negociações.
Cláudia Machado 7 de Setembro de 2017 às 08:21
Médicos ponderam avançar para greve em outubro se até ao final deste mês não houver entendimento
Médicos ponderam avançar para greve em outubro se até ao final deste mês não houver entendimento FOTO: Mariline Alves
O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, garantiu terça-feira que "o sistema está a funcionar normalmente", apesar do protesto dos enfermeiros especialistas, e disse-se convencido de que o Governo se está "a aproximar de um entendimento razoável" com os médicos. Os sindicatos continuam à espera.

"É com surpresa que ouço isso porque ainda estamos à espera da reunião e da contraproposta, o que poderá revelar alguma desorientação do ministro", disse, ao CM, Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos.

Se setembro terminar sem entendimento, os clínicos avançam para a greve em outubro, depois das eleições autárquicas, e não há margem para prolongamentos. "Este já é um prazo mais do que prolongado", concluiu Roque da Cunha. Do lado dos enfermeiros, a greve nacional mantém-se: 11 a 15 de setembro.

"Tivemos uma reunião com o secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, que nos deu a novidade de que agora é que vamos começar a negociar", criticou José Azevedo, presidente do Sindicato dos Enfermeiros, recusando a "normalidade" garantida pelo ministro. "Disseram-nos que não há dinheiro para pagar a tabela salarial proposta", disse.
Ver comentários