Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Moderna publica protocolo completo do ensaio clínico para a vacina contra a Covid-19

Protocolo fixa parâmetros do ensaio e critérios para dizer quando e como considerar os resultados conclusivos. Resultados previstos para novembro.
Lusa 17 de Setembro de 2020 às 18:33
Testes clínicos iniciais da vacina da Moderna deram indicações positivas
Testes clínicos iniciais da vacina da Moderna deram indicações positivas FOTO: Reuters
A sociedade americana de biotecnologia Moderna, uma das nove no mundo na última fase de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19, publicou esta quinta-feira um protocolo completo do ensaio, sendo a primeira empresa a responder aos apelos de maior transparência.

A iniciativa acentua a pressão sobre as concorrentes, nomeadamente o laboratório Pfizer, outro fabricante americano atualmente na fase 3 ativa dos ensaios nos Estados Unidos, que passa por verificar em dezenas de milhares de voluntários a eficácia e a segurança da vacina experimental.

A corrida às vacinas tornou-se muito politizada nos EUA com a aproximação da eleição presidencial de 03 de novembro. Donald Trump já prometeu na quarta-feira que haverá uma vacina autorizada até outubro, sustentando dúvidas de eventuais pressões sobre a Agência dos Medicamentos (FDA), que deverá tomar a decisão.

"Não confio em Donald Trump", afirmou o rival democrata, Joe Biden.

Os peritos e responsáveis da administração Trump dizem que não podem prever os resultados dos ensaios em curso e que é de todo improvável ter resultados antes do fim do ano.

As doses serão muito limitadas na fase inicial, insistiram as autoridades sanitárias.

A própria Moderna aponta para resultados em novembro. Outubro é possível, mas "improvável", disse hoje na CNBC o diretor-geral da empresa, Stéphane Bancel.

O protocolo hoje publicado, com 135 páginas e classificado como "confidencial", fixa os parâmetros do ensaio e os critérios para dizer quando e como considerar os resultados conclusivos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 941.473 mortes e mais de 29,9 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.888 pessoas dos 66.396 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Donald Trump Covid-19 Moderna saúde política questões sociais
Ver comentários