Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Oito investigadores recebem 12,4 milhões

Cientistas ligados a Portugal recebem bolsas.
Edgar Nascimento 7 de Setembro de 2017 às 08:21
Trabalhos versam sobre várias áreas científicas, como a saúde
Trabalhos versam sobre várias áreas científicas, como a saúde FOTO: iStockPhoto
Oito investigadores portugueses ou a trabalhar em Portugal estão entre os 406 cientistas com bolsas atribuídas pelo Conselho Europeu de Investigação. No total, vão receber 12,4 dos 605 milhões de euros distribuídos pela União Europeia.

Catarina Homem, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, é a investigadora com montante mais elevado: 1 997 493 euros para um trabalho sobre a regulação das células estaminais do cérebro.

Segue-se uma investigação de Anton Khmelinskii na Universidade Técnica de Dresden (Alemanha), sobre mecanismos de controlo de qualidade proteica.

Já Eugenia Chiappe, cientista argentina da Fundação Champalimaud, vai receber 1 658 151 euros para uma investigação sobre como o circuito neuronal integra os estímulos.

André Martins, do Instituto de Telecomunicações (1,442 milhões de euros), Pedro Leão, do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental do Porto (1,462 milhões), Dulce Freire, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (1,467 milhões), Sílvia Portugal, da Universidade de Heidelberg (Alemanha, com 1,5 milhões) e Renato Gomes, da Fundação Jean-Jacques Laffont, de Toulouse (França, com 1,223 milhões) são os restantes investigadores ligados a Portugal com bolsas da União Europeia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)