Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Professores avançam para manifestação nacional a 23 de março

Sindicatos de docentes e Ministério da Educação continuam em impasse devido à recuperação do tempo de serviço.
26 de Fevereiro de 2019 às 13:48
Professores em greve
Professores em greve
Professores
Professores em greve
Professores em greve
Professores
Professores em greve
Professores em greve
Professores
Após uma reunião, os sindicatos dos professores decidiram marcar uma manifestação nacional para o dia 23 de março. Calhará a um sábado. 

Os docentes exigem a recuperação integral do tempo de serviço -- nove anos, quatro meses e dois dias -- mas o Governo diz só ter capacidade financeira para devolver dois anos, nove meses e 18 dias.

Segundo contas do executivo, a recuperação de nove anos, quatro meses e dois dias "corresponderia a um aumento permanente da despesa de 600 milhões de euros por ano".

A medida proposta pelo Governo -- de recuperar cerca de dois anos e nove meses - aumenta "a despesa em 200 milhões de euros por ano", explicam em comunicado conjunto os ministérios da Educação e das Finanças.

O Governo lembra ainda que "as sucessivas leis do Orçamento do Estado entre 2011 e 2017 determinaram que nas carreiras em que a progressão se baseasse essencialmente no tempo de serviço este não seria contabilizado e a sua recuperação não fazia parte do Programa do Governo".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)