Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Professores sem propostas do Governo sobre tempo congelado

Fenprof ameaça com greve antes das próximas reuniões.
Bernardo Esteves 24 de Janeiro de 2018 às 21:20
Professores protestam
Professores contestam colocações na cerimónia do 1 de Dezembro
Professores protestam
Professores contestam colocações na cerimónia do 1 de Dezembro
Professores protestam
Professores contestam colocações na cerimónia do 1 de Dezembro

O Ministério da Educação não apresentou esta quarta-feira qualquer proposta concreta aos sindicatos, no primeiro dia das negociações sobre a recuperação do tempo de serviço congelado. "Viemos com a expectativa de conhecer as propostas, mas a reunião foi um bluff e a próxima foi marcada só para 28 de fevereiro", afirmou Mário Nogueira, que acusa o Governo de tentar adiar o problema e por isso ameaça com greves e protestos: "Não vamos esperar até dia 28 de fevereiro. Dia 9 vamos reunir com os restantes sindicatos e decidir as formas de protesto".

O Governo garantiu, em comunicado, que na próxima reunião "serão debatidos cenários concretos". E responsabilizou os sindicatos pela marcação do próximo encontro só para 28 de fevereiro, afirmando ser "a data que garante a disponibilidade de todas as estruturas representativas dos trabalhadores". "O Governo acredita que é possível encontrar uma solução responsável, dentro dos mecanismos previstos no Estatuto da Carreira Docente, não estando excluído qualquer cenário, desde que sustentável e compatível com os recursos disponíveis", afirma o executivo, numa nota assinada pelos gabinetes dos ministro das Finanças e da Educação.

A Fenprof propõe que a recuperação do tempo congelado e o reposicionamento dos professores nos escalões mais avançados seja feita em cinco anos, entre 2019 e 2023. "Tem de haver uma recuperação média de 20 por cento por ano", disse Nogueira. Os restante sindicatos também se queixaram da falta de propostas do Governo, considerando a reunião de quarta-feira inútil.  Recorde-se que estas negociações acontecem na sequência do compromisso assinado a 15 de novembro, no qual o Governo se comprometeu a reposicionar os professores na carreira tendo em conta o tempo de serviço que esteve congelado.

Fenprof professores reuniões governo propostas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)