Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Prótoiro diz que proposta do PAN para abolir touradas é "folclore"

Federação Portuguesa de Tauromaquia diz que se trata de uma iniciativa de "um partido desesperado".
16 de Maio de 2018 às 09:33
Prótoiro
Prótoiro
Prótoiro
Prótoiro
Prótoiro
Prótoiro
A Prótoiro -- Federação Portuguesa de Tauromaquia anunciou esta quarta-feira que a iniciativa do PAN para tentar proibir a tourada em Portugal é "folclore", salientando que se trata de uma iniciativa de "um partido desesperado".

"Trata-se de uma rotina demagógica, fundamentada em mentiras, que ataca a Constituição da República Portuguesa. Representa uma nova iniciativa antidemocrática de um partido desesperado e cada vez mais extremado na luta pela sobrevivência", refere a Prótoiro em comunicado enviado à Lusa.

A associação refere que "a identidade de um povo, manifesta-se pelo respeito da diversidade cultural e não pela imposição de uma ideologia única", salientando que não é a primeira vez que esta situação ocorre.

"Não é a primeira vez que a Assembleia da República debate a proibição de touradas em Portugal. Já em 2011 o assunto foi discutido, tendo sido amplamente rejeitado por cerca de 80 por cento dos deputados", acrescenta.

A associação salienta que em 2017 realizaram-se 205 espetáculos tauromáquicos em 80 municípios, defendendo que se registou "um aumento de 1,8 % do número de espetadores em touradas para um total de 435.660".

"A Prótoiro compreende o folclore agora proposto por um partido que apenas tenta aumentar desesperadamente a sua visibilidade. Não representa mais de 75 mil pessoas em todo o País e procura com estas investidas lutar pela sobrevivência. Quer inverter a queda nas sondagens e evitar o desaparecimento do único deputado com assento parlamentar", frisa.

A associação acredita que a proposta do PAN vai ser chumbada.

"Esta iniciativa terá o mesmo destino das duas propostas anteriores do PAN, que visaram proibições na atividade tauromáquica. Foram chumbadas por mais de 80 por cento dos deputados que deram uma demonstração clara da defesa dos valores da democracia e da liberdade cultural", conclui.

O PAN anunciou terça-feira um projeto de lei para abolir as corridas de touros em Portugal porque "o direito ao entretenimento não se pode sobrepor ao da vida dos animais", sublinhando que apenas oito países têm atividade tauromáquica.

Em comunicado, o partido com um deputado único na Assembleia da República adianta que este projeto de lei já deu entrada no parlamento e que será agendado na conferência de líderes de hoje o debate com o objetivo de abolir as corridas de touros em Portugal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)