Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Três instituições brasileiras de combate à cegueira recebem Prémio Champalimaud de Visão

Lançado em 2006, o prémio Visão é o maior a nível mundial e conta com o apoio do programa "2020 – o Direito à Visão" da Organização Mundial de Saúde.
João Saramago 4 de Setembro de 2019 às 18:07
Três instituições brasileiras de combate à cegueira recebem Prémio Champalimaud de Visão
Três instituições brasileiras de combate à cegueira recebem Prémio Champalimaud de Visão FOTO: Rui Ochoa

Três organizações que apoiam a prevenção da cegueira e a oftalmologia no Brasil receberam esta quarta-feira o Prémio Champalimaud de Visão 2019, no valor de um milhão de euros.

Das comunidades remotas da floresta amazónica às maiores cidades do Brasil estas instituições desenvolvem um trabalho no sentido de estender a toda a população a possibilidade de ter um pare de óculos e cuidados oftalmológicos.

Os organismos vencedores são o Instituto Visão – IPEPO, organismo liderado por Rubens Belfort e que desenvolve um trabalho na floresta Amazónica; A Fundação Altino Ventura, cujo presidente é Marcelo Ventura; e o Serviço de Oftalmologia da UNICAMP, da Universidade de Campinas.

Lançado em 2006, o prémio Visão é o maior a nível mundial e conta com o apoio do programa "2020 – o Direito à Visão" da Organização Mundial de Saúde.     

Brasil política autoridades locais prémio visão Prémio Champalimaud de Visão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)