Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
9

Pokémon Go ultrapassa pornografia no Google

Em Portugal pesquisa-se mais em Coimbra e Setúbal.
Daniela Espírito Santo 13 de Julho de 2016 às 11:20
Coleção começou a ser feita há mais de dez anos
Coleção começou a ser feita há mais de dez anos FOTO: D.R.

Confirma-se: o Pokémon Go é o mais badalado jogo da atualidade... e até já ultrapassa a pornografia nas pesquisas efetuadas no Google a nível mundial.

Não, não é mentira... O impensável aconteceu mesmo: há mais internautas a pesquisar sobre Pokémon Go que a procurar pornografia. 

A confirmação chega via Google Trends e tem sido partilhada por diversos utilizadores nas redes sociais. Quem não acredita pode sempre verificar pesquisando a ferramenta de estatísticas do motor de busca, onde é possível ver que, nos últimos 7 dias, o número de pesquisas sobre o jogo da Niantic aumentou exponencialmente, chegando mesmo a ultrapassar a barra das pesquisas de pornografia na segunda-feira. E desde essa data que o crescimento não pára... 



Em Portugal, o mesmo fenómeno acontece, mas a loucura parece ter atingido níveis "críticos" apenas esta quarta-feira de madrugada. Na prática, isto significa que, esta noite, havia mais gente a tentar apanhar Pokémon que a pesquisar sobre porno...



O Google Trends também permite perceber quais as cidades portuguesas mais rendidas ao novo jogo.



Em Pokémon Go, que ainda está em fase de testes, os 'treinadores' são convidados a passear pelas ruas para encontrarem e apanharem todos os 'monstrinhos', ao mesmo tempo que podem juntar-se a equipas de outros jogadores e defenderem/conquistarem ginásios. O jogo utiliza a geolocalização, pelo que os utilizadores veem num mapa o que podem fazer nas proximidades.

Há já quem estime que o jogo vai ultrapassar o número de utilizadores do Twitter muito brevemente. Para já, os rumores indicam que há quase 200 milhões de jogadores de Pokémon Go, um jogo baseado em realidade aumentada e que pode ser jogado via smartphone. 

Quem quiser apanhar pokémon por cá ainda vai ter de esperar, pois o jogo ainda só foi oficialmente lançado em poucos países. No entanto, e apesar de Portugal ainda não constar dessa restrita lista, já são muitos os utilizadores portugueses congregados em comunidades, que adquiriram o jogo (gratuito) de formas menos lícitas.

Por isso, da próxima vez que vir alguém na rua "colado" ao telemóvel, talvez o motivo não seja uma mensagem ou o Facebook... Podem estar a apanhar um pokémon raro. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)