Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Manifesto contra privatização da RTP visa "travar processo"

O realizador António Pedro Vasconcelos, um dos responsáveis pelo ‘Manifesto contra a privatização da RTP’, revelou este sábado à agência Lusa que o documento pretende travar "um processo sem sentido e de contornos obscuros".

7 de Julho de 2012 às 17:05
António Pedro Vasconcelos considera "ridícula" a inclusão da RTP na lista de empresas a privatizar
António Pedro Vasconcelos considera 'ridícula' a inclusão da RTP na lista de empresas a privatizar FOTO: D.R.

O manifesto a favor do serviço público prestado pela empresa foi publicado este sábado no semanário ‘Expresso’, e acompanhado por cerca de 30 apoiantes de várias áreas da sociedade, desde José Jorge Letria, presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, o professor universitário Narana Coissoró, o bispo Januário Torgal Ferreira e o economista e ex-ministro Bagão Félix.

Contactado pela Lusa, António Pedro Vasconcelos explicou que foi um dos primeiros subscritores e redactores do documento posto a circular entre diversos contactos, mas que, entretanto, recebeu a adesão de mais trinta apoiantes.

"O objectivo é colocá-lo na Internet já na próxima semana e recolher assinaturas de pessoas que apoiem estas posições em defesa da RTP e do serviço público", indicou.

O passo seguinte, entre outras iniciativas que futuramente poderão ser realizadas, vai ser levar o manifesto à Assembleia da República, porque os responsáveis da iniciativa defendem um debate alargado sobre a empresa pública de televisão.

António Pedro Vasconcelos considera "ridícula" a inclusão da RTP na lista de empresas a privatizar porque "daria um valor irrisório" ao Estado.

"Queremos um debate sério sobre a RTP e o serviço público. Queremos saber exactamente o que o Governo quer fazer", acrescentou, vincando que o documento visa essencialmente "apelar ao bom senso" do Executivo.

antónio pedro vasconcelos privatização rtp serviço público televisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)