Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

MORREU A JORNALISTA QUE PÔS ASSEMBLEIA A DISCUTIR VÍRGULA

Helena Sanches Osório, a jornalista do "caso da vírgula" que levou uma notícia do semanário "O Independente" a ser matéria de inquérito por parte de uma comissão da Assembleia da República, morreu ontem vítima de doença do foro oncológico, na sua residência de Santo António do Estoril.
5 de Agosto de 2003 às 00:00
Helena Sanches Osório
Helena Sanches Osório
O funeral realiza-se hoje, ao início da tarde, da Igreja de Santo António do Estoril para o cemitério do Alto de São João, em Lisboa, após celebração religiosa marcada para as 13 h 30.
CARREIRA CURTA, MAS INTENSA
Duas décadas de intensa actividade foram suficientes para Helena Maria Chaves Sanches Osório que amanhã completaria 61 anos, ficar na história do jornalismo como uma "leoa" no combate por uma informação livre e sem submissão a nenhum poder. Entrou nas redacções, começando no "Diário de Notícias" depois de desempenhar o seu papel de mãe - tem duas filhas e um filho e esperava a chegada do sexto neto - e essa experiência de vida, acompanhada de uma vontade indómita de utilizar a informação como uma arma de intervenção cívica impuseram-na como uma referência a todos os que com ela trabalharam e com ela aprenderam.
A sua ânsia por colocar o poder político em questão e oferecer aos cidadãos informações para poderem debater e avaliar todos os assuntos que fazem os trilhos do de- senvolvimento dos estados e das nações tornou-a muitas vezes 'persona non grata' e incómoda, mesmo quando os atingidos com as suas denúncias reconheciam nela sobretudo uma personalidade de lutadora implacável mas sem rancores.
INFLUÊNCIA NO JORNALISMO
O seu estilo e saber influenciou muitos jovens jornalistas que ao lado dela iniciaram as suas carreiras e também marcou os que com ela trabalharam, independentemente de terem às vezes muitos mais anos de profissão e experiência jornalística.
O seu trabalho marcou para o bem e para o mal sobretudo o semanário "O Independente", onde foi subdirectora desde praticamente a fundação até Julho de 1995, e depois o vespertino "A Capital" que dirigiu de janeiro de 1996 a Março de 1999.
Como assessora do grupo Sojornal-Impresa animou depois um 'site' ForumHSO em que pretendia ver desenvolvido os seus grandes sonhos de fazer dos media o mais amplo e democrático dos lugares de debate político para democracia directa e com intervenção de todos os cidadãos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)