Mundial mais mediático de sempre

Estações nacionais cobrem ao pormenor o Campeonato do Mundo a partir da Alemanha.
09.06.06
  • partilhe
  • 0
  • +
O maior evento desportivo do planeta já começou. Na Alemanha, a lotação dos 12 estádios que recebem os 64 jogos da competição há muito que está esgotada, mas por cá as estações televisivas – e as rádios – lutam para atrair mais espectadores. Motivadas pelas expectativas criadas à volta da Selecção Nacional, Sport TV, SIC, RTP1 e TVI prepararam uma cobertura que promete registar e analisar os momentos decisivos do Campeonato do Mundo da Alemanha.
Todos os jogos têm transmissão em directo na Sport TV e os encontros de Portugal são exibidos também na SIC. A RTP1 joga com os resumos diários alargados e a TVI recupera um espaço informativo criado para o Europeu de Sub-21 que terminou dia 4.
AUDIÊNCIAS
O potencial de audiência que a Sport TV e a SIC têm nas mãos é tremendo. De acordo com os mais recentes estudos internacionais, o Mundial’ 2006 será o mais mediatizado da história, podendo atingir os cinco mil milhões de espectadores em todo o mundo. Os direitos de transmissão foram comprados por 173 estações de 150 países diferentes.
Assim, o número total de telespectadores que, a nível mundial, verá o jogo decisivo promete ultrapassar os 1,3 mil milhões que viram a final entre Brasil e Alemanha no Campeonato do Mundo de 2002, valor esse que, por sua vez, foi dez vezes superior ao da final entre Portugal e Grécia no Euro’2004 (153 milhões de telespectadores). Em Portugal, aguardam-se números superiores aos registados durante o Mundial’2002, que se realizou na Coreia e cujas transmissões em directo se ressentiram devido à grande diferença de fuso horário.
Na altura, o Portugal-Coreia, exibido a 14 de Junho (sexta-feira), a partir das 12h08, foi visto por 1 825 400 espectadores e conquistou o elevado ‘share’ de 85,1%. Com base nestes dados, a SIC deverá atingir audiências bastante superiores com o próximo Portugal-Angola, que é exibido domingo às 20h00 (um horário mais apetecível, pois não colide com as horas laborais).
Quem tem contestado os valores da audimetria divulgados pela Marktest é a Sport TV. De acordo com Nuno Ferreira, director do canal, os dados relativos às audiências não contemplam os subscritores por satélite e as pessoas que assistem em cafés e restaurantes. “Há jogos da Sport TV que são vistos por três milhões de pessoas”, afirma.
O MUNDIAL NA TV
Pela segunda vez consecutiva a Sport TV é, em Portugal, a televisão oficial do Mundial. Tal como fez na Coreia e no Japão, em 2002, o canal desportivo assenta a sua estratégia nas transmissões em directo: jogos, treinos, conferências de imprensa e tudo o que gira à volta deste fenómeno desportivo.
Sem nunca ter anunciado os valores pagos pela exclusividade dos direitos, a Sport TV – que emite através da TV Cabo – aposta numa equipa liderada por Pedro Mendonça Pinto, jornalista que há quatro anos dava a cara pela informação desportiva da CNN. Os comentadores são Diamantino e Toni, dois treinadores de futebol que já representaram a Selecção Nacional.
O antigo treinador do Benfica promete “transmitir aos telespectadores uma visão diferente do jogo, baseada na experiência de 40 anos ligado ao futebol”. “Já me conhecem na Sport TV e sabem aquilo que lhes posso dar. Só me pediram para ser eu próprio e isso é o que vou tentar fazer. Espero corresponder e ajudar a compreender o jogo”, afirma Toni antes de confessar que tem o sonho de comentar um Portugal – Brasil na final do Mundial.
O canal de desporto não vive só de emissões em directo. ‘Missão na Alemanha’ e ‘Render dos Heróis’ são os espaços informativos criados para revelar as histórias que rodeiam o Mundial’ 2006.
'ESTÁ NA SIC O MUNDIAL'
Na SIC o destaque vai para os 13 jogos transmitidos em sinal aberto, entre os quais todos os que a selecção portuguesa realizar. O exclusivo adquirido à Sport TV por cerca de sete milhões de euros coloca o canal de Carnaxide em vantagem face à RTP1 e à TVI e determina a estratégia da estação para este mês.
O ‘Jornal da Noite’ é apresentado a partir de Marienfeld, o centro de estágio da Selecção Nacional, e nos dias de jogo da equipa das Quinas a transmissão é feita desde o interior do estádio onde se disputa a partida. Bento Rodrigues apresenta o ‘Diário do Mundial’, programa onde são exibidos os resumos dos jogos do dia.
O comentador Humberto Coelho promete não se limitar ao relato de cada jogo, “mas sim fazer chegar ao telespectador aquilo que ele provavelmente desconhece: a táctica e a técnica que estão implícitas nas jogadas”. Por seu turno, Rui Santos, que faz a análise às partidas, afirma à Correio TV a sua disposição em “equacionar questões, suscitar o debate e sugerir teses” sobre a actuação da Selecção Nacional.
Este analista sublinha não estar disposto a calar-se, perante “o clima alimentado por algumas cúpulas e por órgãos de comunicação social, que visa calar a crítica, sob a insinuação de que quem não apoia incondicionalmente a Selecção não é patriota”.
Devido ao Campeonato do Mundo quase toda a grelha da SIC sofre alterações e até os programas ‘Fátima’ e ‘Contacto’ cedem lugar ao novo espaço ‘Está na SIC o Mundial’.
RESCALDO NA RTP
A RTP adquiriu o exclusivo dos resumos alargados. À semelhança do que acontece há alguns anos com a Liga dos Campeões, a estação pública criou o ‘Alemanha 2006’, programa apresentado por Carlos Daniel onde os jogos do dia serão dissecados ao pormenor e comentados por Marcelo Rebelo de Sousa e pelo ‘Trio de Ataque’ – Jorge Gabriel, Rui Moreira e António Pedro Vasconcelos.
Convocados estão também os elementos que produzem a ‘Liga dos Últimos’, da RTPN, que irão viajar pelo Portugal profundo à procura de visões alternativas do evento desportivo mais mediático do mundo.
'DIÁRIO MUNDIAL'
A TVI é a estação que menos relevância dá ao Mundial’ 2006. O canal de Queluz reduz a cobertura do torneio à vertente noticiosa e aos resumos de 90 segundos dos jogos inseridos no ‘Diário do Mundial’– apresentado por Sousa Martins – e nos restantes espaços informativos. Miguel Sousa Tavares faz os comentários no ‘Jornal Nacional’.
SPORT TV SEMPRE EM DIRECTO
TODOS OS JOGOS EM DIRECTO
Tal como em 2002, na Coreia e no Japão e aproveitando o renascimento da Sport TV2, o canal de desporto volta a ser a única estação em Portugal que transmite os 64 jogos do torneio.
A cobertura, que teve início em Fevereiro com a criação de nove novos programas, inclui a transmissão de treinos, de conferências de imprensa e o acompanhamento das selecções de Angola e do Brasil. Pedro Barbosa, Fernando Santos, Jorge Costa, José Peseiro, Aloísio, António Simões, Pedro Henriques e Karen Ribeiro completam a lista de comentadores.
Nome: António Oliveira (Toni)
Profissão: Treinador
O antigo treinador do Benfica, para quem os comentários televisivos não são uma novidade, é a escolha da Sport TV para analisar os jogos.
Nome: Diamantino Mirandaz
Profissão: treinador
O antigo jogador do Benfica e da Selecção Nacional tem experiência nas grandes competições. Esteve no Mundial do México em 86 e no Europeu de França em 84.
Profissionais
Compõem a equipa da Sport TV na Alemanha.
Jornalistas – 5
Repórteres Imagem – 3
Produtores – 2
Operadores Estação – 2
Técnicos – 25
SIC EXIBE TREZE JOGOS EM CANAL ABERTO
A SIC comprou os direitos para a transmissão em sinal aberto de 13 jogos – entre eles todos os que a Selecção Nacional disputar – e mudou-se, literalmente, para a Alemanha. Para o director de programas, Francisco Penim, esta é a maior operação de sempre e o canal de Carnaxide não quer perder o trunfo que tem.
Durante o evento o ‘Jornal da Noite’ é feito a partir da Alemanha e até ‘Fátima’ e ‘Contacto’ servem de espaço de antevisão aos jogos.
SIC NOTÍCIAS
Emite especiais relativos ao Mundial, sempre em coordenação com a SIC generalista. O ‘Jornal do Mundial’ vai para o ar às 23h00.
Nome: Rodrigo Guedes de Carvalho
Profissão: Jornalista
Pivô da SIC apresenta o ‘Jornal da Noite’ a partir da Alemanha.
Nome: Humberto Coelho
Profissão: Treinador
O seleccionador que levou Portugal ao terceiro lugar no Euro’2000 está na SIC para elucidar os telespectadores sobre os lances decisivos e polémicos.
Nome: Rui Santos
Profissão: Jornalista
O comentador habitual do ‘Dia Seguinte’ na SIC Notícias é conhecido pela forma crítica como aborda o futebol nacional. Não reúne consensos, mas atrai espectadores.
Profissionais
Formam a equipa que a SIC tem na Alemanha.
Jornalistas – 14
Repórteres Imagem – 10
Editores imagem – 3
Produtores – 2
Realizadores – 2
Técnicos – 18
Comentadores – 2
AS RÁDIOS
RÁDIO RENASCENÇA
Para lá da transmissão dos jogos da Selecção Nacional, a emissora católica transmite também a final.
Nome: Pedro Sousa
Profissão: Locutor
TSF
Promete informação, debate, opinião e relatos. À equipa da casa, juntam-se dois jornalistas de Angola e Brasil.
Nome: Fernando Correia
Profissão: Locutor
ANTENA 1
A sua cobertura inclui a transmissão de todos os jogos com equipas lusófonas e a rádio ‘online’ www.radiomundial.rtp.pt.
Nome: António Macedo
Profissão: Locutor
INTERNET
BBC (Reino Unido), Terra (Espanha) e Globo (Brasil) prometem transmissões de todos os jogos ‘online’. Em Portugal, nenhum operador garantiu os direitos.
RTP APOSTA NO RESCALDO
O PRIVILÉGIO DOS RESUMOS
Perdida a guerra das transmissões, a RTP aposta na cobertura noticiosa, nos comentadores e nos resumos alargados dos jogos. Todos os dias, depois das 22h00, Carlos Daniel faz o ‘Alemanha 2006’ em directo de solo germânico, enquanto Marcelo Rebelo de Sousa e o ‘Trio de Ataque’ lançam os comentários.
OS RESUMOS
Dos jogos têm 20 minutos.
MUNDIAL VOLTA EM 2010
Pela primeira vez na sua história, a RTP não transmite jogos do Campeonato do Mundo. Em 2010, na África do Sul, o Mundial regressa à estação pública.
COBERTURA TVI
'OPERAÇÃO PORTUGAL'
A TVI perdeu os jogos e os resumos alargados. A cobertura do Mundial passa apenas pelos jornalistas enviados para a Alemanha. Sousa Martins mantém-se à frente de ‘Operação Portugal’, formato criado para o Europeu de Sub 21.
Profissionais
4 - Jornalistas
4 - Repórteres de Imagem
1 - Produtora
2 - Técnicos do carro transmissão satélite
EXIBIÇÃO PARA TODOS
LOCAIS PÚBLICOS MOSTRAM JOGOS DO MUNDIAL. TV NÃO PERDE AUDIÊNCIA, GARANTEM CRITICOS.
Aexibição pública dos jogos do Mundial, autorizada pela Sport TV através de iniciativas camarárias, era, para o crítico Fernando Sobral, inevitável. “Se se quer que o futebol seja uma festa portuguesa, é impossível driblar as exibições públicas”, afirma. Em relação às audiências, Fernando Sobral não acredita que “a SIC ou a Sport TV percam algo”. “Quem quer festa procura um local público para ver os jogos, quem prefere estar sossegado fica em casa e reúne-se com os amigos”, diz.
Por seu lado, Eduardo Cintra Torres considera que o objectivo do canal era “o reconhecimento de que é visto em grandes aglomerados de pessoas, facto que não é medido pela audimetria”. “Desta forma pode invocar aos anunciantes o aumento das audiências durante estes eventos”, conclui.
LOCALIDADES
Lisboa - Parque Mayer
Cascais - Cidadela
Faro - Jardim Manuel Bívar
Évora - Rossio
Grândola - Parque de Exposições
Santa Mª da Feira - Piscinas
Albufeira - Av. da Liberdade
Beja - Parque da Cidade
Coimbra - Praça do Comércio
Guarda - Praça Velha
Lagoa - Fatacil
Leiria - Pç. Rodrigues Lobo
Porto - Castelo do Queijo
Santarém - Pç. do Largo do Seminário (Pç. Sá da Bandeira)
Viseu - Pç. Aquilino Ribeiro

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!