O FUTURO NO FEMININO

Leonor Poeiras, Solange F., Bárbara Oliveira Pinto e Cristina Ferreira têm percursos académicos e profissionais diferentes, aspirações distintas e experiências diversas. Em comum têm o facto de estarem entre os rostos femininos mais jovens do pequeno ecrã.
18.09.04
  • partilhe
  • 1
  • +
Elas são quatro jovens profissionais de televisão que, ao longo de carreiras ainda curtas, já deram provas suficientes do seu talento. Solange F. começou no teatro e rendeu-se à televisão depois de um ‘casting’ para apresentar o fenómeno ‘Curto Circuito’ (SIC Radical). Leonor Poeiras é jornalista, mas tornou-se famosa quando deu a cara ao concurso ‘Fear Factor’ (TVI). Bárbara Oliveira Pinto ganhou experiência em programas desportivos na RTP e continuou o seu percurso na RTP N. Cristina Ferreira fez a sua estreia no ‘Olá Portugal’ e, actualmente, partilha com Manuel Luís Goucha a apresentação de ‘Você na TV!’.
Antes de chegar ao ‘Curto Circuito’, Solange F. possuía um considerável currículo de actriz. Depois de ter experimentado o teatro de rua, a apresentadora da SIC Radical integrou a companhia da Cornucópia, onde participou em peças como ‘Um Sonho’, de Strindberg e ‘Anatomia Tito’, de Heiner Müller.
Embora o teatro tenha sido a sua escola, Solange F. teve um breve contacto com a televisão, no elenco da série ‘Fenómeno’ (RTP) e como protagonista da média-metragem ‘Graciosa’, de Gil Ferreira, produzida para o canal estatal. A apresentação não fazia parte dos seus planos até finais do ano passado. “Mandar currículos era um hábito. Na altura estava a fazer ensaios com a Cornucópia e quando sabia que ia haver ‘castings’ para séries ou telenovelas, mandava o meu currículo. Nessa altura nem sequer estava a par do que era o programa”, recorda Solange F., de 28 anos.
O seu à-vontade à frente das câmaras revelou-se de imediato nos testes para o ‘Curto Circuito’ e a actriz ganhou uma nova paixão. Sobre o seu trabalho no programa da SIC Radical, Solange F. salienta “a importância de perceber quais são os problemas que os jovens atravessam, o que é que eles acham sobre os temas da actualidade e as questões relacionadas com a juventude”, defende. Entretanto, a apresentadora – que espera um dia poder conciliar o trabalho no pequeno ecrã com um regresso aos palcos – foi convidada para apresentar mais um programa no canal dirigido por Francisco Penim. Trata-se do magazine de cinema ‘Cine XL’, anteriormente da responsabilidade da dupla Fernando Alvim e Nuno Markl.
JORNALISMO ‘LIGHT’
Leonor Poeiras tornou-se conhecida do grande público na apresentação do concurso ‘Fear Factor’ (TVI), ao lado de José Carlos Araújo, mas já trabalhava no canal de Queluz de Baixo há mais de um ano. “Tirei o curso de Comunicação Social e Cultural na Universidade Católica e fiz um estágio profissional na TVI durante seis meses. Depois, convidaram-me para integrar a equipa do ‘Diário da Manhã’, que acompanhei desde o início, em Outubro do ano passado, até Dezembro, quando recebi o convite para o ‘Fear Factor’”, recorda.
Desde então, participou na cobertura do casamento do príncipe Filipe de Espanha e integrou a equipa de reportagem do ‘Jornal do Euro’, bloco noticioso da TVI sobre o Euro 2004. Recentemente, regressou ao programa onde iniciou a sua carreira profissional, após a saída de Henrique Garcia e Júlia Pinheiro, onde é responsável por “aliar o jornalismo ao entretenimento, fazendo reportagens numa onda ‘light’, em eventos sociais”.
Dividida entre o trabalho jornalístico, que levou a cabo, por exemplo, no ‘Jornal do Euro’, e a apresentação de programas de entretenimento, como ‘Fear Factor’, Leonor Poeiras ainda não decidiu a qual dará prioridade. “Ainda sou muito nova neste meio, estou à espera das propostas que vêm. Mas nunca hei-de fazer algo com que não me identifique”, garante. Apesar disso não hesita em afirmar que o seu sonho é estar à frente de um programa de “informação pura e dura”. “Adorava ter um programa de entrevistas ou de grande reportagem, mas ainda sou muita nova e ainda me falta muita experiência. Talvez lá para os 40… Mas acho que estou no bom caminho”, afirma a jornalista, de 24 anos.
DESPORTO ABRIU CAMINHO
O percurso profissional de Bárbara Oliveira Pinto, de 22 anos, apresentadora do concurso ‘Portugal a Cantar’ e do magazine sobre desportos radicais ‘Sem Limites’, ambos na RTP N, passa igualmente pelas áreas da informação e do entretenimento. Fez a sua estreia na extinta NTV, em 2003, no ‘XPTO’, um bloco noticioso dedicado à cultura e aos espectáculos. Seguiram-se trabalhos de reportagem para a RTP1, nos programas ‘Vive o 2004’ e ‘Soccastars’ e a apresentação de ‘Há Volta’, ao lado de Daniel Oliveira. “O desporto não me interessava particularmente, mas o Euro 2004 sim. Foi extremamente interessante e uma mais-valia para mim, porque me deu asas para alargar o conhecimento na área do desporto”, afirma.
Licenciada em Comunicação e Produções Audiovisuais pela London Gildhall University, em Inglaterra, a televisão encontrava-se nos horizontes de Bárbara Oliveira Pinto desde os tempos de estudante. A estreia na TV, porém, surgiu numa altura em que estava embrenhada no mestrado de Estudos Musico-Teatrais e apanhou-a de surpresa. “Fui a um ‘casting’, descontraída, e nem sequer esperava ser repescada”, lembra.
Cristina Ferreira, de 27 anos, concluiu o curso de Jornalismo na Universidade Autónoma de Lisboa e chegou a fazer um estádio no noticiário ‘Regiões’, na RTP1. A formação e a experiência jornalística são para ela uma ferramenta de trabalho útil, mas não um rumo a seguir. “A carreira que eu quero é a de apresentadora de televisão. Apesar disso, vou ter muitas saudades de fazer reportagem”, refere.
A apresentadora chegou à TVI num estágio efectuado em ‘Olá Portugal’ (TVI) e, posteriormente, foi um dos rostos do ‘Big Brother Extra’ (TVI), a par de José Manuel Santos, Paula Castelar e José Carlos Araújo. Participou ainda no ‘Diário da Manhã’, onde fazia entrevistas de rua. O seu maior desejo, desde que decidiu enveredar por uma carreira no pequeno ecrã, era apresentar um programa matinal. Recentemente, esse sonho concretizou-se no convite para partilhar com Manuel Luís Goucha a apresentação de ‘Você na TV!’ (TVI).
UM GRANDE DESAFIO
O convite para apresentar o programa matinal ‘Você na TV!’ foi um duplo desafio para Cristina Ferreira. Não só faz a sua estreia à frente de uma produção deste tipo, como é a primeira profissional a partilhar a apresentação de um programa com Manuel Luís Goucha. “É uma grande responsabilidade. É como o Manuel Luís diz que o grande desafio dele vai ser partilhar o protagonismo com outra pessoa, o meu vai ser trabalhar com uma pessoa que sempre vi na televisão.
Ele foi um dos meus professores no curso que fiz na Universidade Independente, mas eu costumo dizer que ele não me ensinou só no curso de Apresentadores de Televisão, mas também ao longo do tempo em que o fui vendo e admirando. É um dos melhores comunicadores de televisão em Portugal”, defende Cristina Ferreira, de 27 anos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!