Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

SIC muda estúdios para Paço de Arcos em 2018

Venda de portefólio de revistas não vai afetar intenção da Impresa de juntar todas as operações no edifício de S. Francisco de Sales.
Duarte Faria 16 de Setembro de 2017 às 09:37
Imagem aérea das futuras instalações do grupo Impresa, em Paço de Arcos, Oeiras. As obras já arrancaram
Francisco Pinto Balsemão tem uma biografia escrita por Joaquim Vieira
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
Imagem aérea das futuras instalações do grupo Impresa, em Paço de Arcos, Oeiras. As obras já arrancaram
Francisco Pinto Balsemão tem uma biografia escrita por Joaquim Vieira
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
Imagem aérea das futuras instalações do grupo Impresa, em Paço de Arcos, Oeiras. As obras já arrancaram
Francisco Pinto Balsemão tem uma biografia escrita por Joaquim Vieira
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
A reestruturação do negócio da Impresa, que passa pela venda de todo o portefólio de revistas, não vai afetar a intenção do grupo que detém a SIC e o ‘Expresso’ de concentrar todas as suas operações no edifício de S. Francisco de Sales, em Paço de Arcos.

A garantia é dada ao CM por Francisco Pedro Balsemão. "O projeto mantém-se e está em andamento. A mudança deverá ocorrer em meados de 2018 mas não me vou comprometer com uma data porque tudo dependerá da construtora, do empreiteiro e de uma série de outras coisas", revela o presidente executivo da empresa.

A SIC vai deixar assim os históricos estúdios de Carnaxide, a partir dos quais emite desde a fundação, e juntar-se aos restantes meios do grupo em Paço de Arcos. De resto, já estão em andamento as obras de ampliação do edifício que albergará todas as operações do grupo. Segundo sabe o CM, apenas os estúdios dos programas de day time (‘Queridas Manhãs’ e ‘Juntos à Tarde’) devem continuar em Carnaxide, no Parque Holanda, um espaço situado em frente à atual sede da SIC. Por outro lado, vários serviços da estação, como régie e continuidade, já se mudaram para as instalações de Paço de Arcos.

Recorde-se que, no ano passado, a Impresa investiu 6,627 milhões de euros para antecipar o pagamento do "contrato de locação financeira" relativo ao edifício de Paço de Arcos, dando, desta forma, o pontapé de saída no projeto de concentração de instalações.
Ver comentários