Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Touro da Osborne faz 50 anos

O Touro da Osborne, ícone publicitário de Espanha, comemora este ano as bodas de ouro. Dos tempos do franquismo, da fome e da repressão até aos dias de hoje, o ‘animal’ já passou por tudo.
28 de Janeiro de 2007 às 00:00
O ícone comercial, criado em 1956 pelo artista Manolo Prieto para estar ao serviço de uma marca de brandy espanhola, chegou à beira das estradas do país vizinho em 1957. Tinha quatro metros e era de madeira. Quatros anos depois, cresceu para os sete metros e passou a ser feito em chapa metálica, mas, em 1961, afastado para 125 metros de distância das estradas – fruto de uma nova lei de publicidade –, o touro duplicou o tamanho. Em 1988, a lei acabou com anúncios junto às principais vias. Seis anos volvidos, o touro foi considerado uma referência cultural e artística da paisagem espanhola e, em 1997, o Supremo Tribunal, para lá de ‘amnistiar’ os cartazes, sentenciou a conservação e o interesse estético e cultural que lhe conferiram os espanhóis.
Há, hoje, mais de 90 touros a ‘pastar’ por toda a Espanha. O México também adoptou a ideia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)