Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Cascais: Demolição de barracas deixa moradores na rua

A Câmara Municipal de Cascais avançou esta quarta-feira com a demolição de 14 barracas no Bairro Fim do Mundo na Galiza, naquele concelho, de forma pacífica perante a presença de alguns moradores e sob o olhar de vários elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP).
13 de Dezembro de 2006 às 13:45
Fonte da Polícia Municipal revelou que os moradores foram avisados atempadamente pela autarquia da demolição, tendo sido colocados editais, há cerca de duas semanas, a informar que abandonassem as casas até ao dia 12 de Dezembro.
A mesma fonte informa de que os moradores das barracas demolidas que estavam registados no Plano Especial de Realojamento (PREC) foram realojados em bairros sociais localizados na Adroana, Cabeça de Mouro e Alcabideche.
No entanto, alguns dos moradores e a Associação Solidariedade Imigrantes queixam-se de que “há muitas mulheres e homens que ficaram na rua”.
Helena Tê, a viver no bairro Fim do Mundo desde 1993, queixou-se de não ter sido realojado por ter chegado dois meses depois de ter terminado o recenseamento no PREC. A moradora foi esta manhã com um membro da Associação à Câmara, onde lhe foi proposto, como medida de emergência, dois dias numa pensão pagos pela Segurança Social, tendo Helena Tê recusado.
Rita Silva, da Associação Solidariedade Imigração, revelou estar previsto para aquela zona a construção de uma Igreja, acrescentando que não entende como é que a edilidade “deixa pessoas ficarem na rua”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)