Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Defesa quer "absolvição total" da inspetora da PJ acusada de matar avó do marido

16 de Julho de 2014 às 18:40

A advogada de defesa de Ana Saltão, inspetora da PJ acusada de matar a avó do marido, pediu hoje, durante as alegações finais, no Tribunal de Coimbra, a "absolvição total" da arguida.

"Quero que se faça justiça. Um 'in dubio pro reo' [princípio em que, em caso de dúvidas, se favorece o arguido] nunca vai restituir o bom nome e imagem da arguida", disse a advoga de defesa de Ana Saltão, Mónica Quintela, pedindo a absolvição da inspetora da PJ.

Em declarações à comunicação social, a advogada considerou que o "in dúbio pro reo" leva a que fique "sempre um estigma e uma dúvida", sendo necessária a confirmação da inocência da sua cliente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)