NOVAS MEMÓRIAS DA REVOLUÇÃO EM EDIÇÃO REVISTA E AUMENTADA

Realiza-se amanhã, pelas 17h00, na Livraria-Galeria Municipal Verney, em Oeiras, a cerimónia de apresentação pública do livro ‘Memórias da Revolução’, de que é autor Manuel Amaro Bernardo e editora a Prefácio.
22.04.04
  • partilhe
  • 0
  • +
A iniciativa, integrada no programa das comemorações dos 30 anos do 25 de Abril, conta com a presença do autor e, entre outros, João José Brandão Ferreira, responsável pelo prefácio desta edição.
Por edição, refira-se que estamos perante uma reedição, revista e aumentada, a partir de uma primeira, apresentada no mesmo espaço à distância de cinco anos, isto porque, explica quem escreveu, “a história nunca está completa”.
Manuel Amaro Bernardo nasceu em 1939 e está hoje reformado de coronel do Exército de Infantaria mas no dia 25 de Abril de 1974, estava lá... “Estava colocado na Academia Militar, onde existia um núcleo duro de oficiais contestatários ao regime”, recordou ao CM.
“Neste livro apresenta-se a situação vivida por muitos oficiais do Exército e Força Aérea na Revolução Portuguesa e na descolonização em Angola e Moçambique. Nele são também aprofundados eventos como o 25 de Abril de 1974 no Norte do País, o 28 de Setembro, o 11 de Março e o 25 de Novembro de 1975”, segundo o autor.
Livro de entrevistas, reúne os testemunhos de quem viveu para contar “do 25 de Abril ao 28 de Setembro” e “o avançar acelerado da revolução” e até “da derrapagem do PCP à democracia pluralista”. Pelo meio há outros aspectos da revolução e a homenagem em falta “a quem mais se deve a instauração do regime democrático em Portugal: o coronel Jaime Neves”.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!