Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Ricardo Chibanga: uma vida dedicada ao toureio

Chibanga sucumbiu a AVC e morreu aos 76 anos.
Joaquim Tapada 17 de Abril de 2019 às 01:30
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Ricardo Chibanga
Morreu Ricardo Chibanga, conhecido no mundo taurino por ser o primeiro matador de touros africano. Internado a 2 de março na sequência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o toureiro tinha regressado esta terça-feira à sua casa, na Golegã, onde acabou por falecer, aos 76 anos.

Nascido a 8 de novembro de 1942 na cidade moçambicana de Lourenço Marques (hoje Maputo), Chibanga deixou-se fascinar ainda muito jovem pelas lantejoulas dos trajes dos toureiros que via na praça da sua terra, e começou a sonhar com a profissão.

Encontrou apoio no embolador Fernando Pinheiro e este, através do empresário Alfredo Ovelha, conseguiu facilitar-lhe a viagem para Lisboa. Entretanto, o matador Manuel dos Santos levou o rapaz para a Golegã, onde Patrício Cecílio o ensinou a lidar. Fez provas de novilheiro praticante e, em 1965, vestiu o seu primeiro traje de luzes em Lisboa.

Depois de alguns percalços devido a colhidas, a 15 de agosto de 1971 recebeu a alternativa na Real Maestranza de Sevilha, concedida por António Bienvenida e com o testemunho de Rafael Torres.

O funeral de Ricardo Chibanga realiza-se esta quarta-feira, saindo o corpo da igreja local, onde será celebrada missa (às 17h00).

Segue para o cemitério da Golegã.

PORMENORES
Arrastava multidões
Ricardo Chibanga confirmou a sua alternativa em Madrid, na temporada de 1972, e tornou-se assim no 17º matador de touros português. Muito popular, as suas atuações atraíam centenas de pessoas às praças.

Teve fãs famosos
Aclamado em países como o México, Reino Unido, Venezuela, Canadá, Estados Unidos e China, o matador português foi aplaudido por gente famosa, como Pablo Picasso, Salvador Dali e Orson Welles.

Praça portátil
"Jamais me despedirei de toureiro", chegou a dizer Ricardo Chibanga, que se manteve ligado à Festa Brava com a sua praça de toiros portátil, com que percorria Portugal inteiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)