Bruno de Carvalho diz que Ricciardi lhe pediu desculpa de joelhos

Antigo presidente do Sporting aborda no seu livro relação com antigo presidente do BESI.
14.02.19
Bruno de Carvalho dedicou uma parte do seu livro 'Sem Filtro - As histórias dos Bastidores da Minha Presidência' - a José Maria Ricciardi, ex-presidente do Banco Espírito Santo Investimento (BESI), conhecido sócio sportinguista e candidato às últimas eleições do Sporting, ganhas por Frederico Varandas.

O excerto é publicado esta quinta-feira pela revista Visão. Na obra, que vai para as bancas esta sexta-feira, Bruno de Carvalho garante que Ricciardi "não teve qualquer influência na reestruturação" que o Sporting alcançou com a banca. "Esteve em algumas reuniões, a meu pedido, mas manifestou sempre grande desconhecimento dos assuntos que estávamos a debater", escreve o antigo presidente. "A ideia de ter ajudado o Sporting nesses assuntos não é real, embora ele nunca tenha mostrado problema algum em ficar com esse rótulo".

Bruno de Carvalho adianta que o administrador do BES que trabalhou com o Sporting foi Joaquim Góis e garante sobre Ricciardi: "Era uma das pessoas que queriam que caíssemos pouco tempo depois de termos tomado posse". E prossegue: "Não tenho dúvidas de que, mesmo depois de alcançarmos a reestruturação, ele não era muito favorável. Passados uns meses, porém, parecia ter mudado de opinião e confessava estava rendido ao nosso trabalho."

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!