Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Bruno quer poder ilimitado no Sporting

Presidente pretende escolher sócios para ocupar a vaga de membros demissionários do Conselho Diretivo.
Mário Morgado Ribeiro 11 de Junho de 2018 às 01:30
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho pretende alterar os estatutos do Sporting, pela sétima vez desde que foi eleito presidente em 2013, reforçando os poderes que dispõe enquanto presidente do clube de Alvalade.

Na Assembleia Geral marcada para dia 17 de junho pela comissão transitória da Mesa da Assembleia Geral, a pedido do líder leonino, há uma proposta - de sete - do Conselho Diretivo que se destaca. A introdução de um ponto 8 no artigo 55º que permite a Bruno de Carvalho escolher sócios para ocupar a vaga de membros demissionário da direção.

"Em caso da cessação antecipada do mandato de membros do Conselho Diretivo, o seu presidente poderá indicar para o preenchimento das vagas outros sócios efetivos A", pode ler-se na proposta. Desta forma, o presidente dos leões conseguiria evitar a queda da direção por falta de quórum.

Além de querer escolher os membros do Conselho Diretivo, Bruno de Carvalho pretende também alterar o artigo 41º, ao introduzir comissões transitórias de Gestão, de Fiscalização e da Mesa da Assembleia, "se se verificar causa de cessação do mandato da totalidade dos membros do Conselho Diretivo, ou do Conselho Fiscal e Disciplinar, ou da Mesa da Assembleia".

As duas primeiras comissões serão nomeadas pelo presidente da AG. A última pelo presidente do Conselho Diretivo. Assim, a atual comissão transitória da Mesa da Assembleia Geral tornar-se-ia legítima. No entanto, estas duas propostas apenas serão validadas se reunirem três quartos dos votos dos sócios presentes na reunião, que até pode estar condenada à nulidade dos seus atos por não ter sido convocada por Jaime Marta Soares, atual presidente da MAG.

Para esta Assembleia Geral já são conhecidos os três pontos da ordem de trabalhos: orçamento plano de atividades; análise da situação do clube; e alterações aos estatutos.

"Estamos há três semanas para ser presos"
"Diziam que eu e o Carlos Vieira [vice-presidente] íamos ser presos pelo Cashball... A segunda causa era porque viram as cartas de rescisão dos atletas. E estamos há três semanas para ser presos. Estamos todos virados de costas. E o único erro que nos podem apontar é eu e os meus colegas querermos continuar o mandato. Porque quem o pode tirar é quem o deu: os associados", disse ontem Bruno de Carvalho, em Alenquer.

Bennasser interessa ao Sporting
O Sporting está interessado em contratar Youssef Ait Bennasser, médio defensivo do Monaco que esteve emprestado ao Caen na época transata, segundo o portal italiano Calciomercato.

O internacional marroquino de 21 anos também está a ser seguido pela Fiorentina, mas ao que tudo indica o clube de Alvalade está na frente da corrida para a aquisição do jogador. Youssef Bennasser fez uma temporada regular no campeonato francês e participou em 29 encontros.

PORMENORES 
Campeões de iniciados
O Sporting conquistou ontem o título de campeão nacional de iniciados, em futebol, ao vencer na Academia de Alcochete o Benfica, por 3-1, na última jornada da competição. É o 13º título dos leões neste escalão.

Semana decisiva
A semana que agora entra é decisiva para as questões relacionadas com rescisões unilaterais de jogadores com justa causa. O prazo termina na próxima quinta-feira, quando se completam 30 dias sobre o ataque ao balneário em Alcochete.

Adepto revoltado
Um adepto do Sporting, que se encontrava no 11º almoço de sportinguistas de Alenquer, mandou calar Bruno de Carvalho, quando o presidente leonino discursava. O líder dos leões foi interrompido várias vezes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)