Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus

Craque português foi decisivo na conquista da Supertaça de Itália.
16 de Janeiro de 2019 às 19:28
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
Cristiano Ronaldo marca e levanta o primeiro troféu com a camisola da Juventus
A Juventus conquistou esta quarta-feira a Supertaça de Itália, ao vencer o AC Milan por 1-0, com um golo de Cristiano Ronaldo aos 61'.

Num encontro disputado na Arábia Saudita, os campeões transalpinos levaram a melhor com CR7 a assumir novamente papel preponderante, naquele que foi o seu primeiro título pela Juve e o 28.º da carreira.





Com João Cancelo de regresso e logo como titular na lateral-direita, acabou por ser Ronaldo a decidir com um cabeceamento à boca da baliza. Isto depois de na primeira parte ter ameaçado num pontapé acrobático. 

Os milanenses terminaram com menos um jogador, devido à expulsão de Kessié aos 74'.
Ver comentários