Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Dragão rumo à glória e aos milhões da Champions

O empate basta para garantir a qualificação. Mas em caso de triunfo, os portistas garantem mais 12,2 milhões.
Paulo Jorge Duarte 28 de Novembro de 2018 às 01:30
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Sérgio Conceição
Um empate frente ao Schalke 04, esta quarta-feira, no Estádio do Dragão, garante o acesso do FC Porto aos oitavos de final da Liga dos Campeões. Um pequeno passo para a glória desportiva mas também um acrescento de milhões aos ganhos da época na competição milionária.

Aos 51,2 milhões já garantidos podem os portistas juntar mais 10,4 milhões (em caso de empate) ou 12,2 milhões (com vitória). Neste caso, a soma iria ascender a mais de 63 milhões. São contas fartas, já previstas pela SAD portista, que dependem da prestação da equipa de Sérgio Conceição.

Quem não alinha nesta contabilidade antes do tempo é o treinador portista. "Ouvi uma coisa fantástica: o Schalke era mais fraco que o Qarabag. É uma forma leviana de minimizar os feitos do FC Porto, fico extremamente irritado", afirmou durante a antevisão da partida de hoje.

"O nosso grupo é equilibrado e forte. Não tem um tubarão, como se costuma dizer, mas por vezes um grupo com um tubarão e dois golfinhos é mais fácil de passar", ironizou Sérgio Conceição.

"O campeonato alemão é o mais competitivo do Mundo e o Schalke foi vice-campeão na época passada. Este ano não começou tão bem mas já o tínhamos previsto face às observações feitas no início da época", afirmou o técnico azul-e-branco. No entanto, o treinador portista alerta para as dificuldades que esperam o FC Porto. "Arrisco afirmar que este é o jogo mais difícil da fase de grupos", disse Sérgio Conceição.

O FC Porto atravessa um ciclo de oito vitórias consecutivas. "Não há uma poção mágica, há trabalho e muita dedicação. Perder no Estádio da Luz [com o Benfica] foi bater no fundo mas foi importante perceber o que é que isso teve de positivo", rematou Sérgio Conceição.

PORMENORES 
Material pirotécnico
O jogo com o Sp. Braga referente à 10ª jornada da Liga (vitória da equipa portista por 1- 0) ainda dá que falar. O FC Porto foi condenado pelo Conselho de Disciplina da FPF a pagar 8606 euros devido ao uso de material pirotécnico.

Bilhetes para o Bessa
O FC Porto pediu junto do Boavista uma nova remessa de bilhetes para o duelo do próximo domingo com os axadrezados, referente à 11ª jornada da Liga. Os dragões venderam ontem todos os cinco mil bilhetes para o dérbi portuense.

Contas aprovadas
Os sócios do FC Porto reunidos em assembleia geral aprovaram por maioria o Relatório e Contas do clube relativo à época 2017/18, com 513 mil euros de prejuízo, informou o clube em comunicado.

Vantagem do Schalke
O FC Porto tem um saldo negativo com o Schalke nos cinco jogos já realizados entre as duas equipas. A equipa alemã venceu por duas vezes e os dragões apenas uma, tendo-se registado dois empates nos outros dois jogos. No mais recente encontro, já nesta edição da Champions, o resultado foi 1-1.

Fonseca na luta pelos ‘oitavos’
O Shakhtar Donetsk, orientado pelo português Paulo Fonseca, bateu ontem nos descontos os alemães do Hoffenheim (2-3). Uma vitória que permite à equipa ucraniana depender só de si para seguir em frente na prova no último jogo do Grupo F (único resultado possível é vencer os franceses do Lyon).

O jogo em França começou frenético e aos 17 minutos já havia três golos: Ismaily e Taison marcaram para os forasteiros enquanto Kramaric apontou para os da casa. Ainda antes do intervalo, os franceses (com o português Anthony Lopes no onze) empataram e colocavam o Shakhtar fora da próxima fase da Champions. Num último fôlego, o campeão ucraniano chegou ao golo por Taison, após assistência de Ismaily (lateral brasileiro que já passou pelo Olhanense e pelo Sp. Braga).

Agora os ucranianos precisam de vencer o Lyon em casa na última jornada para seguir rumo aos ‘oitavos’. Contudo, o Shakhtar pode até sair da Europa se perder diante do Lyon e o Hoffenheim ganhar no terreno do Manchester City.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)