Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

"Nunca fui muito simpático e hoje tinha de ser igual", diz Conceição

Treinador do FC Porto voltou a elogiar a estrutura do clube na hora dos festejos do 28º título.
6 de Maio de 2018 às 23:23
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, voltou a elogiar a estrutura do clube na hora dos festejos do 28º título de campeão dos "dragões". Reforçando o seu carácter forte, garantiu ainda que não pode prometer a titularidade no próximo jogo porque estão três pontos em disputa na visita a Guimarães, segundo pode ler-se na Sábado.

Na flahs interview da SportTV, falou ainda dos títulos conquistados como jogador e treinador. "São todos títulos diferentes e saborosos", garantiu.

"Houve essa particularidade de sermos campeões ontem, depois aconteceu aquilo do hotel. Deitámo-nos às quatro, cinco da manhã, alguns jogadores às 6. Sabíamos que não era fácil porque íamos enfrentar uma equipa que vinha dar o máximo para conseguir 1 ponto, organizada bem defensivamente, e sabíamos que tínhamos de ir à procura das despesas do jogo e brindar os adeptos com uma vitória. Queremos atingir os 88 pontos, mas agora é festejar", disse o técnico dos "dragões", reforçando posteriormente que ninguém vai ser titular apenas para ser campeão.

"Vai haver 28 campeões? Sabíamos que estávamos limitados e optei por deixar o Osório de fora. Estou aqui para ganhar jogos, mas faço sempre para conseguir vitórias", começou por dizer, acrescentando: "Nunca fui muito simpático em nenhuma situação e hoje tinha de ser exactamente igual. Sei que há jogadores que merecem ser campeões e vou fazer sempre que isso aconteça, mas estão 3 pontos em jogo. Tínhamos de ser sérios". 

"Prometer titularidade a alguém no jogo com V. Guimarães? Para já não posso. O Felipe merecia despedir-se aqui no campo e agora estamos a desfrutar o momento com estes adeptos e só depois pensar no V. Guimarães", acrescentou.

O treinador, tal como sábado, voltou depois a elogiar toda a estrutura do clube. "Houve muita gente por trás de mim, como o cortador de relva - porque eu sou muito exigente com o corte da relva-, os diretores, … Toda a gente esteve envolvida: o engenheiro e o presidente, os jogadores. Eu sou a cara, o líder", rematou, elogiando os adversários: "Tivemos 3 grandes rivais pela frente que deram mais ênfase à nossa história".

FC Porto presidente Sérgio Conceição desporto futebol
Ver comentários