Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

"Sócios têm última palavra relativamente à alteração dos estatutos", diz Fernando Correia

Porta-voz do Sporting referiu que "não é o Conselho Diretivo que impõe seja o que for".
11 de Junho de 2018 às 17:27
Fernando Correia e Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
Fernando Correia e Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
Fernando Correia e Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho quer passar a nomear diretamente sócios para ocupar baixas no Conselho Diretivo
Bruno de Carvalho
O porta-voz do Sporting, Fernando Correia, disse esta segunda-feira que serão os sócios a ter a última palavra sobre as alterações estatutárias propostas pela direção e são também eles que têm a legitimidade para marcar uma Assembleia Geral de destituição.

"Cabe aos sócios e só aos sócios analisar, discutir, aceitar ou rejeitar quaisquer alterações. Não é o Conselho Diretivo que impõe seja o que for", afirmou aos jornalistas o porta voz do Conselho Diretivo 'leonino'.

Durante uma conferência de imprensa, Fernando Correia afirmou que as alterações estatutárias que o Conselho Diretivo pretende levar à Assembleia Geral do dia 17 são mudanças "legítimas" e que "não constituem novidade" àquilo que são os estatutos do Sporting, como é o caso de substituir elementos demissionários.

"Essa possibilidade esteve consagrada nos estatutos até 2013 e foi utilizada várias vezes por diversas direções. Foi este Conselho Diretivo que propôs a retirada desse artigo dos estatutos. Mas, quando o fez, não pensámos que pudessem ocorrer demissões no Conselho Diretivo por motivos de pressões ilegítimas, calúnias, difamações, ameaças, chantagens, ofertas de dinheiro e emprego e outros similares. Isso coloca o Conselho Diretivo numa posição de constante sobressalto", justificou.

Relativamente à criação da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral (MAG), Fernando Correia afirmou que esta decorreu de uma lacuna nos estatutos.

Por fim, o porta voz leonino desafiou ainda o presidente demissionário da MAG, Jaime Marta Soares, a iniciar o processo de recolha de assinaturas para a realização de uma Assembleia Geral de destituição, podendo fazê-lo "de imediato".

"Os serviços do Sporting estão preparados para receber todos os pedidos dos associados. Se o processo for validado manteremos esse pedido de agendamento e iremos assegurar todas as condições de segurança. Só os sócios mandam no clube", concluiu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)