Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Montero defende Carrillo

Avançado diz que ninguém tem o direito de julgar o extremo.
Nuno Miguel Simas 5 de Fevereiro de 2016 às 12:36
Montero e Carrillo
Montero e Carrillo FOTO: Paulo Calado
Fredy Montero saiu em defesa de Carrillo, que vai trocar o Sporting pelo Benfica a partir de julho. "Estas situações acontecem todos os anos, passar para clubes rivais. Ninguém no Sporting tem o direito de o julgar, tomou a sua decisão. Como amigo, como companheiro de equipa, respeito-o e desejo-lhe a melhor da sorte, menos quando jogar com o Sporting", afirmou o colombiano, que viajou para a China esta quinta-feira, onde irá representar o Tianjin Teda.

O avançado contou ainda que Carrillo sofreu em Alvalade depois de lhe ter sido aberto um processo disciplinar, que o afastou do grupo de trabalho liderado por Jorge Jesus e da competição. "Foram tempos difíceis para ele, pois estava privado de fazer o que mais gosta, treinar, jogar futebol e competir. Isso não é fácil para nenhum jogador", comentou o colombiano.

Sobre a sua situação em particular, Montero afirmou que se sentiu pouco valorizado no Sporting. "Fui o goleador da equipa nos últimos dois anos, infelizmente esta época não joguei tanto quanto queria. Ainda assim, ajudei com golos e alguns pontos que foram vitais. Estou orgulhoso por estes dois anos e meio. Mas por vezes, sim [sentia-se pouco valorizado]. Como ser humano, tenho sentimentos e o futebol é um estado de ânimo, mas estou orgulhoso pelo que fiz", repetiu.

Na despedida de Lisboa, o avançado colombiano elogiou também o compatriota Teo Gutiérrez, certo de que o jogador estará focado em ajudar o Sporting a alcançar os objetivos traçados para a presente época. "É um jogador com muito caráter e com ganas de ganhar, que será importante para o Sporting no que resta da temporada."

Montero Carrilo Sporting Carrillo futebol benfica
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)