Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Blatter: "Sofri, mas não sofro mais"

Antigo presidente da FIFA diz estar de "consciência tranquila".
Lusa 21 de Abril de 2016 às 18:31
Joseph Blatter foi afastado da FIFA após escândalo de corrupção
Joseph Blatter foi afastado da FIFA após escândalo de corrupção FOTO: Arnd Wiegmann/Reuters
O antigo presidente da FIFA Joseph Blatter assegurou esta quinta-feira que tem "a consciência tranquila" e que não cometeu "nenhum delito" enquanto principal responsável pelo organismo máximo do futebol mundial, a que presidiu de 1998 a 2015.

"Não cometi nenhum delito. Convivo perfeitamente com tudo isto porque estou de consciência tranquila", assinalou, na apresentação da sua biografia, intitulada 'Sepp Blatter. Missão e paixão pelo futebol'.

Joseph Blatter foi inicialmente suspenso na liderança da FIFA pelo Comité de Ética da organização em outubro do ano passado, na sequência do escândalo de corrupção que abalou a instituição, tendo sido depois suspenso por seis anos de todas as atividades ligadas ao futebol pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), sanção de que recorreu.

Blatter, de 79 anos, e Michel Platini, presidente da UEFA, foram punidos a 21 de dezembro último por causa de um pagamento por parte do primeiro ao segundo de 1,8 milhões de euros por um alegado trabalho de conselheiro acordado em 2002, sem contrato escrito.

A FIFA entendeu que o acordo firmado entre os dois dirigentes "não tem base legal" e sancionou por isso ambos em igual medida.

"Sofri, mas não sofro mais", afirmou Blatter, comentando que "a paixão de Cristo também era sofrimento".
FIFA Joseph Blatter UEFA desporto futebol Michel Platini Tribunal Arbitral do Desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)