Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Bruno Lage garante motivação e ambição do Benfica na Champions

Técnico admitiu a possibilidade de Jota jogar de início e de mudar o sistema.
Filipe António Ferreira 17 de Setembro de 2019 às 08:35
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Treino do Benfica
Bruno Lage garantiu esta segunda-feira que o Benfica vai estrear-se na Liga dos Campeões com forte "motivação", diante dos alemães do Leipzig, no Estádio da Luz.

"A nossa ambição tem de ser ganhar o jogo. Vamos jogar contra um adversário difícil. Mas, pelas palavras do treinador do Leipzig, ele já percebeu que somos uma equipa muito competitiva e perigosa. Vamos entrar com a mentalidade de vencer", disse esta segunda-feira o técnico, admitindo a entrada de Jota no onze: "Vai de encontro ao que é a nossa forma de jogar se o adversário jogar com uma linha de cinco".

Nesse sentido, o jovem de 20 anos jogaria nas costas de um único ponta de lança (Raul de Tomas seria o sacrificado). Ainda assim , sabe o CM, o mais provável é Lage formar um duplo pivot no meio-campo com Fejsa e Samaris, adiantando Taarabt para as costas do homem mais atacante (Seferovic deve ser o escolhido).

Lage, expulso na época passada com o E. Frankfurt, não vai estar no banco por estar de castigo, algo que não o preocupa: "A nossa dinâmica não se vai alterar, teremos analistas a preparar o que achamos que é fundamental mostrar ao intervalo, temos gente que comunica com o banco o que se passa em panorama mais aberto visto de cima e isso não se vai alterar. Não é um problema eu não estar no banco".

Lage revelou ainda que vai assistir ao jogo na "bancada no meio dos adeptos", desvalorizando a ausência: "A minha manifestação no banco não é andar ao grito ou andar ali de um lado para o outro, analiso para depois no intervalo corrigir coisas. Com o Estádio da Luz cheio é praticamente impossível ouvirem".

Sobre o grupo (Leipzig, Lyon e Zenit), Bruno Lage reconhece que vai defrontar equipas que baseiam muito do seu jogo no "coletivo". "Serão seis jogos da nossa parte muito competitivos com qualquer que seja o nosso adversário", disse.

Pormenores
Avançados sem golo
"Fraca produtividade dos avançados? A questão é feita tão regularmente, que eu próprio me esqueci de que o Seferovic já marcou. Temos é de olhar para o rendimento coletivo. Somos uma equipa que marca muitos golos", salientou o técnico.

Questões físicas
Lage admitiu que alguns jogadores apresentaram problemas físicos após o triunfo com o Gil Vicente: "Há uma ou outra situação que amanhã [hoje] estará ultrapassada, nada de anormal ou especial."

Morato em estreia
O central brasileiro Morato (18 anos), último reforço das águias, vai esta terça-feira estrear-se pelo o Benfica na Youth League diante do Leipzig.

Trio em gestão de esforço
Pizzi, André Almeida e Rafa não marcaram presença no treino desta segunda-feira do Benfica, no Seixal, e fizeram trabalho de "gestão de esforço" no ginásio. Bruno Lage assegurou, contudo, que os três jogadores não têm "nada de especial, nem anormal".

Este trio foi titular na partida com o Gil Vicente na Luz, que o Benfica venceu por 2-0. O extremo sérvio Zivkovic, que tem uma mialgia de esforço (dores musculares), também não participou na sessão de trabalho desta segunda-feira.

Gedson foi a novidade
Gedson Fernandes foi a grande novidade no treino desta segunda-feira do Benfica, três meses depois de fraturar o quinto metatarso do pé direito. O médio, de 20 anos, lesionou-se durante as férias e teve de ser operado.n

Caso E-Toupeira
SAD beneficiou com crime
"É seguro dizer que, de acordo com as regras da experiência, o crime é cometido em nome do Benfica SAD e no interesse da Benfica SAD", escreveu o juiz Rui Teixeira, da Relação de Lisboa, realçando que Paulo Gonçalves agiu sempre em nome dos encarnados.

"O coarguido Loureiro não se moveu porque o coarguido Gonçalves lhe pediu em seu nome. Não. A perceção que o Loureiro tem é que está a agir para o Benfica. Ele age porque Paulo Gonçalves trabalha para o Benfica e que o que pede é para o Benfica. O que é, aliás, lógico pois é o Benfica e não o Paulo Gonçalves quem, em última análise, beneficia das informações ", escreve o juiz que depois garante que, no direito, nem tudo o que parece é.

Não pronuncia a SAD dos encarnados no processo conhecido como caso E-Toupeira e diz que a verdade jurídica pode ser uma e a verdade para o comum dos cidadãos pode ser outra.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)