Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Governo inglês condena incidentes em Marselha

Executivo propõe envio de mais polícias para o Euro2016.
12 de Junho de 2016 às 16:22
O governo britânico manifestou-se este domingo profundamente preocupado com os incidentes que ocorreram em Marselha entre adeptos ingleses e russos, antes e durante o jogo do Europeu de futebol2016 que opôs a Inglaterra à Rússia.

"Condenamos a violência e apelamos à calma", refere um comunicado do governo, acrescentando que já foi proposto o envio de mais polícias para França, tendo em vista a segurança no próximo encontro da equipa inglesa, agendado para quinta-feira frente ao País de Gales.

No decurso deste domingo, o comité executivo da UEFA admitiu a possibilidade de excluir as seleções da Rússia e da Inglaterra do Euro2016, caso se verifiquem novos incidentes entre adeptos dos dois países.

Depois de três dias de violência na zona do porto velho de Marselha, os incidentes alastraram-se no sábado, às imediações e ao interior do estádio Velodrome, palco do jogo entre ingleses e russos (1-1), da ronda inaugural do Grupo B, que já levou a UEFA a abrir um procedimento disciplinar contra a Federação Russa de Futebol.

Os adeptos russos vão ser investigados por "provocação de distúrbios, comportamento racista e uso de material pirotécnico" pelo Comité de Ética e Disciplina do organismo regulador do futebol europeu, que decidirá eventuais sanções durante uma reunião marcada para terça-feira.



A UEFA já tinha condenado veementemente os episódios de violência e esclarecido que só poderia atuar no perímetro dos recintos do Euro2016.
Marselha Europeu Inglaterra França UEFA Rússia desporto futebol Velodrome Inglaterra do Euro2016 Grupo B
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)