Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Jorge Jesus chega ao Benfica no Natal

Acordo verbal já terá sido acertado entre o treinador do Al Hilal e Luís Filipe Vieira.
Secundino Cunha 5 de Novembro de 2018 às 01:30
Luís Filipe Vieira e Jorge Jesus
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus esteve ao serviço do Benfica – liderado por Luís Filipe Vieira – entre 2009 e 2015
Luís Filipe Vieira e Jorge Jesus
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus esteve ao serviço do Benfica – liderado por Luís Filipe Vieira – entre 2009 e 2015
Luís Filipe Vieira e Jorge Jesus
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus e Rui Vitória num dos duelos entre Sporting e Benfica
Jorge Jesus esteve ao serviço do Benfica – liderado por Luís Filipe Vieira – entre 2009 e 2015

Luís Filipe Vieira quer que Jorge Jesus volte a ser o treinador do Benfica. O assunto já estará acertado entre os dois e, ao que o Correio da Manhã apurou, o regresso do técnico à Luz pode acontecer já no Natal.

O acordo, ainda verbal, entre Vieira e Jesus, em que o treinador irá ganhar mais de cinco milhões de euros por temporada aponta para o início da próxima temporada, mas a sequência de maus resultados do Benfica (três derrotas seguidas com Ajax, Belenenses e Moreirense) pode antecipar o reabrir das portas ao "mestre da tática" já em finais de dezembro.

É que a cláusula de rescisão do contrato que liga Jesus até ao final da temporada ao Al Hilal, da Arábia Saudita é de dois milhões de euros, valor que, à partida, estará ao alcance dos cofres do Benfica. Tal como o CM noticiou ontem, uma derrota na quarta-feira frente ao Ajax pode ditar o fim da linha para Rui Vitória no comando técnico da equipa principal das águias. De resto, se o resultado desse jogo da Champions for negativo será, ao que o CM apurou, o próprio Rui Vitória a demitir-se do cargo.

O treinador encarnado sabe, aliás, que, nesta altura, a sua manutenção se deve em exclusivo à vontade de Vieira já que a restante direção do clube e administração da SAD é apologista da mudança imediata de técnico.

Por seu lado, Jorge Jesus, apesar de manter o ‘seu’ Al Hilal cem por cento vitorioso, estará a "contar os segundos", na esperança de regressar rapidamente a Portugal.

"Ele tem feito um grande esforço de adaptação, mas não está a ser fácil. Morre de saudades", disse ao CM um amigo do treinador.

Entretanto, no caso de as negociações com Jesus conhecerem algum revés, a SAD do Benfica tem mais três nomes em cima da mesa e todos eles portugueses e com provas dadas: Leonardo Jardim, Abel Ferreira (Sp. Braga) e Paulo Fonseca (Shakhtar).

Registo negativo pode ficar ainda pior

A equipa do Benfica está numa série de insucessos (três jogos consecutivos) depois das derrotas com o Ajax (Champions), Belenenses e Moreirense (ambos na Liga). Desde 2010 que uma sequência assim não se via na Luz. Esse registo corre o risco de vir a ser a ampliado na próxima quarta-feira, o que acontece se o Benfica perder o jogo que vai realizar em casa com o Ajax. Nesse caso será preciso recuar à temporada de 1996/97 para encontrar uma série negativa semelhante.

Nessa altura o treinador era Manuel José. Na parte final da época o Benfica deslocou-se ao terreno do FC Porto onde perdeu por 3-1, na 32ª jornada da Liga. Na ronda seguinte, no Estádio da Luz, as águias perderam em casa com o V. Guimarães, por 2-0. Seguiu-se a final da Taça de Portugal (que não era o último jogo da época), com novo desaire, então ante o Boavista (3-2). Dias depois, na última jornada do campeonato, o Benfica foi ao Restelo perder por 1-0 com o Belenenses. Ficou em 3º lugar na Liga e Manuel José... não foi despedido e começou a época seguinte na Luz.

‘Obrigatório’ ganhar jogo na 4.ª feira

A pressão sobre Rui Vitória é enorme no jogo desta quarta-feira, frente ao Ajax. Isto porque existe o risco da equipa do Benfica falhar desde já a qualificação para os oitavos de final da Champions, o que acontece se perder com os holandeses e simultaneamente o Bayern ganhar em casa ao AEK. Caso o jogo da Luz termine empatado, matematicamente ainda será possível ao Benfica avançar, mas ficará dependente de terceiros, mesmo com vitórias nos dois últimos encontros.

Três campeonatos em seis anos na Luz
Jorge Jesus foi treinador da equipa de futebol do Benfica ao longo de seis épocas, entre 2009/10 e 2014/15 durante as quais ganhou três títulos de campeão nacional.

Percurso imaculado na Arábia Saudita
O atual treinador do Al Hilal tem um registo imaculado no clube da Arábia Saudita, com 11 vitórias em 11 jogos em diversas competições (já com um título, a Supertaça).

Interesses cruzados no horizonte
Luís Filipe Vieira admitiu há dias a possibilidade de Jesus vir a treinador de novo o Benfica. O treinador, por sua vez, sente saudades da vida em Portugal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)