Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Nani: "Jesus no Sporting surpreendeu-me"

Jogador admitiu que troca de clube traz mais emoção à Liga portuguesa.
Alexandre Levezinho e Filipe António Ferreira 2 de Setembro de 2015 às 19:30
Jogador quer quebrar maldição frente à seleção francesa
Jogador quer quebrar maldição frente à seleção francesa FOTO: Miguel Barreira
Jorge Jesus no Sporting surpreendeu-me", disse ontem Nani na conferência de imprensa da seleção nacional, que prepara os jogos com a França (particular, sexta-feira, 19h45, no Estádio José Alvalade) e Albânia, na segunda-feira, em partida de qualificação para a fase final do Euro 2016 (França).

No entanto, o extremo do Fenerbahçe, que no último ano jogou no Sporting, esclareceu que situações destas são normais. "O futebol é assim mesmo, é isto que tem de acontecer, com transferências e coisas inesperadas. Tudo isto dá mais força ao futebol", afirmou o jogador.

Quanto ao jogo com a França, Nani espera quebrar uma maldição que já dura há 40 anos (última vitória portuguesa foi em abril de 1975, 2-0). Para o extremo de 28 anos, um triunfo diante dos gauleses pode dar um alento extra para defrontar, três dias depois, a Albânia. "Em termos anímicos é importante ganhar mesmo os jogos de preparação. Vamos tentar praticar um bom futebol e treinar da melhor maneira para que no próximo jogo a contar estejamos bem preparados", assumiu. Um triunfo frente à seleção albanesa pode apurar diretamente Portugal para o Euro. Para isso acontecer é necessário que a Dinamarca (10 pontos, menos 2 do que Portugal, líder do Grupo I) perca na sexta-feira frente à Albânia.

A equipa dos Balcãs segue com os mesmos pontos que a Dinamarca, depois de beneficiar da decisão do TAS (Tribunal Arbitral de Desporto) em lhe atribuir três pontos no jogo com a Sérvia (terminou aos 40’ depois de adeptos sérvios invadirem o campo e agredirem os jogadores).
Nani Sporting Jesus desporto futebol