Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Luís Filipe Vieira impede saída de Guedes

Presidente ignorou recomendações do coordenador da formação, que subestimava as qualidades futebolísticas da nova joia da formação.
António Pereira 30 de Outubro de 2014 às 09:05
Gonçalo estreou-se pela equipa principal diante do Sp. Covilhã
Gonçalo estreou-se pela equipa principal diante do Sp. Covilhã FOTO: Paulo Novais/Lusa

Uma intervenção de última hora de Luís Filipe Vieira impediu que Gonçalo Guedes assinasse contrato com os alemães do Bayern Munique, no final da época passada.

O jovem avançado, de 17 anos, cobiçado por muitos clubes europeus, não entrava nos planos do coordenador do setor de formação, que transmitiu essa mesma informação ao presidente. Além de ter dado sempre maior atenção a Romário Baldé, outro produto da formação, em quem confiava mais, Armando Jorge Carneiro censurou também, em informações prestadas diretamente a Vieira, a conduta extradesportiva do jovem Gonçalo. Foi nesse contexto que surgiu o Bayern, clube que acredita poder fazer de Gonçalo Guedes o sucessor do francês Franck Ribéry.

Luís Filipe Vieira, que nunca se deixou convencer pela opinião do responsável pelo setor de formação, sentiu o perigo e interveio, fazendo abortar o negócio.

O Bayern não desistiu e voltou agora à carga pelo jogador, que é representado pelo empresário Paulo Rodrigues. Arsenal e Valência são outros potenciais interessados no extremo.

Jorge Jesus acabou por legitimar o gesto de Vieira, ao reconhecer as qualidades do jovem, que regularmente trabalha sob as suas ordens e que já atuou pela equipa principal, contra o Sp. Covilhã, na Taça de Portugal. Neste momento, a SAD aguarda apenas que Gonçalo complete 18 anos, em novembro, para o blindar com uma cláusula de 45 milhões.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)